text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Projeto para atender alunos negros é aprovado pela Ford

      
Projeto que prevê o acompanhamento de alunos negros na UFMT (Universidade Federal de Mato Grosso), para formação de quadros de excelência, foi selecionado como um dos vinte melhores do Brasil e será financiado pela Fundação Ford. O projeto "Políticas da Cor na UFMT", coordenado pela professora do Instituto de Educação, Maria Lúcia Müller, concorreu com outros 300 apresentados por instituições de ensino de todo o país.

O trabalho conta com a parceria do Laboratório de Políticas Públicas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e o apoio da Pró-Reitoria de Vivência Acadêmica e Social (Provivas) da UFMT. O projeto foi selecionado por apresentar estratégias de ação que visam ampliar as condições de acesso e permanência de grupos excluídos das universidades públicas brasileiras.

"Para se ter uma idéia da exclusão, temos menos negros nas universidades brasileiras que na áfrica do Sul e nos Estados Unidos", destaca a coordenadora. Inicialmente serão atendidos 25 alunos negros dos cursos de Economia, Enfermagem, Medicina e Pedagogia (de Cuiabá e Vila Bela da Santíssima Trindade) com bolsas de estudo, além de acompanhamento pedagógico por pelo menos dois anos. O valor da bolsa será de R$ 225,00, sendo R$ 150,00 pagos pela Fundação Ford e R$ 75,00 pela UFMT que também arcará com uma bolsa alimentação.

A cada dois meses, os participantes do projeto se reunirão em seminários com convidados de outros estados para avaliações e novas discussões. O lançamento oficial do projeto será no dia 20 de junho, quando têm início as inscrições dos alunos interessados em participar da seleção. De acordo com a professora Maria Lúcia, a idéia é formar quadros de alunos negros prontos para a disputa em pé de igualdade no mercado de trabalho e com consciência da questão do negro. "? preciso perceber que a exclusão não se deve a incompetência do indivíduo, mas sim a uma questão social", enfatiza a pesquisadora.

Fonte: Diário de Cuiabá

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.