text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Professor contribui para exclusão

      
O 9º Congresso Sul- Brasileiro da Qualidade na Educação encerrou no sábado. O evento aconteceu no município de Joinville, na região Norte do Estado, com a participação de mais de 3 mil educadores do país. Na programação do último dia, o doutor em Educação Mário Sérgio Cortella proferiu a palestra "?tica e educação: a exclusão não é uma fatalidade".

Ele abordou situações do cotidiano entre o professor e o aluno, principalmente na formação de "Cíceros", ou seja, "pessoas desacreditadas pelos próprios professores", explicou o especialista. Cortella disse aos congressistas que o professor é um elemento importante na vida dos alunos, pelo fato de deixar registrado a sua imagem e as suas palavras no pensamento deles.

Uma amostra disso é quando os mestres encontram na rua um ex-aluno que pergunta: "Professor, lembra de mim? Sabe, o senhor me disse uma coisa que nunca esqueci...".
Esse é o momento, aconselha Cortella, em que o educador vai pensar se ajudou alguém a crescer ou o fez se sentir desacreditado, sendo um "Cícero".

O termo "Cícero" é usado pelo palestrante para classificar aquelas pessoas que num momento da vida escutaram palavras destrutivas do professor, causando a desmotivação e assim se tornando incapazes de seguir adiante nos estudos, explicou Cortella. Na palestra, o especialista alertou também que o professor precisa prestar muita atenção para "não cair na infelicidade de não ensinar em sala, de não praticar o que ensina e de não perguntar sobre o que se ignora". "A escola é o conhecimento. A ética está relacionada à Educação que dá sustentabilidade à vida.

A pior tragédia não é quando o homem morre, mas quando o que está dentro do homem morre enquanto ele está vivo", destacou doutor Cortella. Outro especialista no assunto, Arthur Pereira e Oliveira Filho, encerrou o evento com a palestra "Educação e as Sociedades Humanas". O 9º Congresso Sul- Brasileiro da Qualidade na Educação também teve a participação, desde o dia 16 de maio, dos escritores Tania Zagury, Cesar Nunes e Julio Groppa Aquino, e do doutor em Didática Vasco Pedro Moretto.

Fonte: Diário Catarinense
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.