text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Pesquisa da USP mostra relação entre drogas e comportamento sexual de risco

      
O Instituto de Psiquiatria (IPq) do HC (Hospital das Clínicas) da Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo) apresentou hoje, dia 23 de maio, os resultados da pesquisa inédita sobre uso de drogas e comportamento sexual de risco entre adolescentes. De acordo com a assessoria de imprensa do IPq, o estudo durou quatro anos e envolveu 700 alunos de uma escola pública de São Paulo, com idades entre 14 e 21 anos.

Segundo a pesquisa, 53% dos adolescentes já tinham usado drogas pelo menos uma vez ao longo da vida ou usavam com relativa freqüência. A maconha foi a droga mais citada pelos alunos, sendo que 46% deles já tinham fumado ou fumam a erva. Em seguida, vieram os inalantes (28%), alucinógenos (17%) e cocaína (14%).

A investigação constatou que quanto maior o uso de drogas, maior o comportamento sexual de risco, com o baixo uso de preservativos, aumento da prostituição e dos contatos com profissionais do sexo.

O professor titular de Psiquiatria da USP e idealizador do projeto, Wagner Gattaz, ressaltou que o estudo é o que mais se aproxima da realidade brasileira, pois "foi utilizada a metodologia de questionário anônimo de autopreenchimento, onde o próprio aluno responde, sem se identificar e sem a presença de um entrevistador".

Fonte: Agência PontoEdu
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.