text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

SC começa a discutir plano de Educação

      
O Fórum Estadual de Educação, instalado ontem na Capital, começou a sistematizar a proposta do Plano Estadual de Educação. O projeto vai ser encaminhado em julho à Assembléia Legislativa. A primeira reunião do fórum contou com a participação das 32 entidades envolvidas na elaboração do plano, e serviu para instalar a coordenação e discutir o regimento interno.

Uma vez instalado, o fórum vai tomar conhecimento dos planos compilados em seis regiões do Estado. As propostas regionais foram fechadas em Florianópolis, Criciúma, Rio do Sul, São Bento do Sul, Caçador e Concórdia. O principal trabalho agora vai ser o de sistematizar as propostas para os níveis de educação (básica, infantil, ensino fundamental, médio e superior), modalidades de ensino (educação de jovens e adultos, à distância, tecnológica, especial e indígena), magistério da educação básica, financiamento e gestão, acompanhamento e avaliação do plano. O Fórum Estadual de Educação foi criado em março pelo decreto 4.227, atendendo a um disposisitivo da Lei do Sistema Estadual de Educação.

A lei define o fórum como órgão de consulta da Secretaria da Educação sobre o Sistema Estadual de Educação. Participam diretamente 32 instituições ligadas ao ensino no Estado, mas as discussões sobre o plano são abertas a praticamente todos os interessados. Segundo a diretora de Planejamento da Secretaria Estadual de Educação. Lenir Lídia da Silva, a secretaria pretende que o plano "seja um documento de propostas da sociedade, e não apenas de reivindicações".

O plano vai tratar de todos os aspectos ligados ao ensino no Estado, desde currículos e propostas para segmentos especiais (como as comunidades indígenas) até formação de professores, gestão e financiamento de programas de educação. O cronograma do fórum prevê a entrega do documento à secretária Miriam Schlickmann no dia 30 de junho. O governador Esperidião Amin (PPB) deve assinar e encaminhar o plano à Assembléia no início de julho.

Fonte: A Notícia
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.