text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Menores invadem vestiário da UFF

      
As aulas de educação física para os alunos da UFF (Universidade Federal Fluminense), em Niterói, estão suspensas desde segunda-feira. O motivo não é mais uma greve de professores mas a violência que ronda o campus da universidade. Depois de o vestiário do centro esportivo, no Gragoatá, ter sido invadido por um grupo de 20 menores de rua na segunda-feira, os próprios professores resolveram suspender as atividades, uma semana após o início do ano letivo.

Segundo alunos e professores, desde o início das aulas, dia 13, os menores passam o dia no centro esportivo se drogando. ''Já não há mais segurança nem para estudar'', queixou-se a estudante de matemática Aline Barcelo, 22 anos. Professor de educação física, Tomaz Ribeiro, 63, contou que, no dia da invasão ao vestiário, houve pânico entre os alunos que estavam no local. ''Os menores só saíram após um professor convencê-los, com muita conversa'', lembrou Tomaz.

Os menores, segundo ele, chegaram a tomar banho no vestiário. ''Tivemos que suspender as aulas para garantir a nossa segurança e a dos alunos. ? a primeira vez que vejo isso aqui'', afirmou o professor, que leciona desde 1975 na UFF. ''? preciso que se tome uma medida. E não apenas policial, mas social também'', avaliou Tomaz. Os alunos e professores, no entanto, vão esperar até segunda-feira, pelo menos, quando a reitoria da UFF se reunirá com o 12º BPM (Niterói) para discutir o caso. Na cidade, a violência contra os campi se transformou em rotina durante a semana.

Além da UFF, a Sociedade Pestalozzi, no bairro de Pendotiba, também esteve na mira dos bandidos. Na segunda-feira, as aulas foram suspensas por imposição de traficantes da região. A ordem foi dada em sinal de luto pela morte de um bandido, em confronto com a polícia. ''? um absurdo. Estamos sob o comando dos traficantes. Não temos mais o mínimo de segurança necessária'', desabafou uma estudante, que teve de deixar às pressas a faculdade.

Fonte: Jornal do Brasil
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.