text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Número de instituições é insuficiente para a demanda

      
Segundo o Censo da Educação existem hoje no Brasil 1097 instituições de ensino superior, onde estudam 2,377 milhões de jovens, um número que tende a crescer segundo análise dos técnicos. No entanto, este universo está muito aquém do ideal para atender a demanda com o mínimo de democratização e qualidade, razão principal para a dificuldade cada vez maior nas provas de seleção. "Não há muita saída para isso.

Se há 1000 interessados para 100 vagas, é preciso criar mecanismos de corte", diz Lino de Macedo, professor da Psicologia da Universidade de São Paulo (USP) e membro do Conselho da Fuvest. Só em São Paulo existem 2,5 milhões de estudantes no Ensino Médio. Deste total 2 milhões (80%) estão na rede pública, onde a competição é mais acirrada e as provas mais exigentes.

Nas carreiras em que o curso exige dedicação integral, como Medicina por exemplo, a possibilidade de freqüentar as aulas diminui. Estudos mostram que há um número razoável de alunos vindos da escola pública nas universidades. Mas, um número pequeno desses estudantes estão em cursos caros ou de período integral. "A maioria precisa trabalhar para custear os estudos, diz Marília Washington", professora universitária há 30 anos e membro da diretoria da Associação Nacional dos Docentes do Ensino Superior (Andes).

BONS ALUNOS - Marília aposentou-se na Universidade Federal de São Carlos, no interior de São Paulo, e conta que ao longo de sua carreira teve grandes e bons alunos vindos da escola pública. "Nos cursos de licenciatura por exemplo, que são ministrados em meio período, estes alunos se valiam dos alojamentos para diminuir os custos, e trabalhavam no período livre", diz.

A professora faz questão de ressaltar essas experiências para quebrar a idéia pré-concebida de que o estudante da rede pública está fadado ao fracasso, o que leva muitos deles a auto-exclusão. No caso da USP isso acontece muito. Os candidatos partem da idéia de que 'é muita areia para o meu caminhãozinho' e nem tentam. "Isso não pode acontecer, principalmente por que não é impossível", diz Macedo.

Fonte: Jornal do Comércio
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.