text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Umuarama cresce como cidade universitária do Noroeste

      
Umuarama - Com 90 mil habitantes, Umuarama terá a partir do ano que vem, três instituições de ensino superior oferecendo 30 cursos e quase 3 mil vagas. A cidade ganhou este ano uma extensão da Universidade Estadual de Maringá (UEM) que realiza em julho o primeiro vestibular para os cinco cursos criados.

O Colégio Global conseguiu aprovação do Ministério da Educação para criar mais uma faculdade particular que deve começar a funcionar ano que vem com quatro cursos. São mais 650 vagas e nove cursos. O maior número de cursos e vagas continua sendo oferecido pela Universidade Paranãnse (Unipar) instituição particular criada em 95.

A Unipar mantém em Umuarama 22 cursos que oferecem aproximadamente 2.500 vagas. O campus da UEM atende uma antiga reivindicação de Umuarama, oferecendo ensino gratuito para quem não tem condições de pagar uma universidade particular.

Os estudantes acreditam que a concorrência pode melhorar a qualidade de ensino e baratear as mensalidades. O diretor do Colégio Global, Antônio de Oliveira Filho, afirma que na educação não existe concorrência de preços. ??As mensalidades são definidas com base numa planilha de custos e não diferem muito de uma escola para outra??, diz.

Segundo Oliveira, quanto mais opções a cidade oferecer, mais a cidade atrairá estudantes universitários. ??A UEM será muito importante porque muitos estudantes que vierem tentar uma vaga na estadual conhecerão as outras faculdades e podem optar por uma delas??, acredita. A Faculdade Global de Umuarama começa a funcionar ano que vem, oferecendo 240 vagas em dois cursos na área de pedagogia, letras e biologia. São 60 vagas para cada curso.

O campus da UEM vai oferecer agronomia e medicina veterinária (40 vagas cada) alimentos, tecnologia em meio ambiente e tecnologia em construção civil, com 60 vagas cada curso. O campus vai ocupar as instalações da extinta Escola Agrotécnica Federal e o prédio do Sesi, desativado há três anos. A prefeitura de Umuarama assumiu o compromisso de doar mais um terreno e construir dois pavilhões de salas de aula para a UEM.

Aluno do primeiro ano de direito na Unipar, Renato Augusto Abreu vai tentar o vestibular para medicina veterinária da UEM. ??Se passar, vou tentar fazer os dois cursos simultaneamente??. Ele paga R$ 428 por mês para estudar direito na Unipar. Se quisesse fazer veterinária na mesma instituição, teria de desembolsar mais R$ 873 mensais.

Mesmo podendo pagar uma universidade particular, se tiver que optar entre os dois cursos, Renato diz que vai preferir o curso de veterinária da UEM. As inscrições para o vestibular de inverno da UEM podem ser feitas até hoje nas agências da Caixa Econômica Federal ou pela internet (www.uem.br/vestibular). Quem se inscreveu para os novos cursos em Umuarama e Cidade Gaúcha (engenharia agrícola) terá de fazer as provas em Maringá, Cianorte e Goioerê.

As provas serão de 14 a 17 de julho e os resultados sãm dia 27 de julho. As aulas começam dia 5 de agosto. A agência da Caixa Econômica em Umuarama está recebendo entre 70 a 90 inscrições por dia para o vestibular da UEM.

Fonte Folha de Londrina
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.