text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Pesquisador da UnB concorre a prêmio internacional

      
O professor da UnB (Universidade de Brasília), Nagib Nassar, concorre à edição 2002 do prêmio Mundial da Alimentação (World Food Prize) por suas pesquisas na formação de híbridos da mandioca. Segundo informações do ministério da Ciência e Tecnologia, o pesquisador do departamento de Genética e Morfologia da UnB trabalha nessa área desde os anos 70. Na época, o professor ainda morava no Egito, seu país natal.

Nassar decidiu estudar o vegetal por acreditar que a mandioca seria a solução para a fome nos países africanos. A mandioca concentra uma alta carga de proteínas e é bastante versátil, pois pode ser plantada em condições ambientais precárias. A produção de mandioca em regiões pobres do País, como o sertão nordestino, no entanto, era prejudicada pelo solo tóxico e ácido da região. Em 28 anos de trabalho no Brasil, o pesquisador conseguiu desenvolver 14 híbridos da mandioca resistentes às condições do sertão.

"Tenho que agradecer muito ao CNPq, pois tenho encontrado muita compreensão e entendimento lá para conseguir dar prosseguimento aos meus projetos, incluindo o último, que é o da apomexia para a mandioca, uma revolução na produção e qualidade nutricional da raiz", afirma o professor, que desde 1982 recebe apoio do órgão, ligado à pasta da Ciência e Tecnologia.

Segundo a assessoria de imprensa do MCT, o tubérculo que Nassar pesquisa beneficia cerca de 800 milhões de pessoas em regiões como a América do Sul, Ásia e África. Adaptada à cultura de cada país, é usada na farinha, pães e açúcar e, de acordo com Nassar, responde por 80% das calorias consumidas por algumas populações dessas regiões. O professor garante que, caso ganhe o prêmio de US$ 250 mil, vai dedicar tudo ao Fundo de Apoio à Pesquisa para Genética e Morfologia, da UnB.

"Será uma grande honra para mim e penso seriamente em dedicar este prêmio ao Fundo para ajudar os pesquisadores mais jovens. Já fui jovem e sei o quanto é difícil para eles encontrar o apoio de que necessitam para suas pesquisas", afirmou Nassar, que já foi indicado ao prêmio outras três vezes. A premiação acontece em 24 de outubro.

Fonte: Agência PontoEdu
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.