text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Provão, no domingo, vai avaliar 5 mil cursos superiores de 24 áreas

      
O Ministério da Educação (MEC) promove neste domingo a sétima edição do Exame Nacional de Cursos, conhecido como Provão, com a expectativa de registrar uma participação recorde de estudantes em todo o País. Cerca de 90% dos alunos do último de ano de cursos de graduação devem fazer a prova, pelos cálculos do MEC. No ano passado, esse número foi de 278.668 alunos. O aumento se deve à inclusão de cursos de mais quatro áreas: Arquitetura e Urbanismo, Ciências Contábeis, Enfermagem e História. Ao todo 5 mil cursos de 24 áreas serão avaliados. Os alunos são obrigados a se apresentar para a prova.

Quem não comparecer fica proibido de receber o diploma no fim do ano. Os alunos devem chegar aos locais da prova até 12h15 (horário de Brasília). ·s 13 horas, os portões serão fechados. O participante deverá permanecer na classe por no mínimo uma hora e meia.

O exame termina às 17 horas. Criado em 1996 como um mecanismo de avaliação dos cursos superiores, o Provão vem promovendo ano a ano um ranking de qualidade das instituições e seus respectivos cursos. No ano passado, 12 cursos, de letras e matemática, foram proibidos de realizar um novo vestibular por terem recebido por três anos consecutivos notas D ou E no Provão. Os vestibulares serão retomados somente depois de uma nova avaliação do MEC.

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais -órgão do ministério responsável por estatísticas e avaliações - há muitos indicadores mostrando que, por causa do Provão, a qualidade dos cursos tem melhorado. Recebido com antipatia por alunos, o Provão foi boicotado por cerca de 10% deles na sua primeira edição. No ano passado, apenas 1,6% dos estudantes entregaram a prova em branco - 6% deixaram de se apresentar. A União Estadual dos Estudantes (UEE) critica o formato da prova e o fato de que muitas escolas acabaram se transformando em cursinhos preratórios para o exame sem elevar o nível dos cursos oferecidos.

Fonte: O Estado de São Paulo
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.