text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Ajuda ao futuro profissional

      
Auxiliar o futuro profissional a unir teoria e prática é o principal objetivo das entidades que firmam convênio com empresas para o estágio de estudantes. Em Florianópolis as mais procuradas são a Fundação de Estudos e Pesquisas Sócio-Econômicos (Fepese) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e o Centro de Integração Empresa Escola (CIEE). A Agência de Integração da Fepese dispõe de 200 vagas para estágio de estudantes de ensino médio, técnico e superior em todo o Estado. O valor das bolsas, abertas a todas as áreas de conhecimento, varia de R$ 200 a R$ 600.

Além disso, conforme a instituição, existe, "em alguns casos", a possibilidade de o estagiário ser beneficiado com vale-transporte e tíquete alimentação. A Fepese, que já viabilizou o estágio para mais de 10 mil alunos em Santa Catarina, desde sua criação em 1977, registra atualmente a presença de mais 1,5 mil alunos estagiando nas empresas com as quais mantém convênio. O presidente da instituição, Ermes Zapelini, explicou que para se inscrever como candidato a estágio basta que o interessado acesse o site da Fepese ou procure, pessoalmente, o Centro Socioeconômico no Campus da UFSC.

"Para se tornar um candidato a estágio, é preciso ter mais de 16 anos e estar cursando ensino médio, técnico ou superior", destacou. A organização não-governamental Centro de Integração Empresa Escola (Ciee), criada no Brasil há 39 anos, funciona em Santa Catarina há pelo menos 19. Nesse período já conseguiu vagas para mais de 40 mil estagiários. Segundo Andresa Darosci, psicóloga do CIEE - cujo sistema de colocação de estágiários em empresas conveniadas é similar ao da Fepese -, a concorrência entre os candidatos é cada vez maior.

"Hoje é comum encaminharmos seis candidatos para uma vaga", disse. A idéia, conforme a psicóloga, é não desistir nunca. Ela dá uma dica para que os estudantes superem as dificuldades. "Buscar conhecimentos adicional, especialmente em informática e idiomas." Andresa afirmou ainda que o vocabulário e as roupas do pretendente à vaga de estágio, "principalmente durante a entrevista", devem estar sempre de acordo com a função que deseja desempenhar.

Fonte: Diário Catarinense

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.