text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Universitários colombianos lançam página na internet pelo fim da guerra civil

      
Um grupo de universitários colombianos lançou uma página na internet www.redunipaz.com para tentar por fim à guerra civil que assola o País há mais de três décadas. Há cinco anos, estudantes, professores e funcionários de várias universidades colombianas formaram uma rede - a Universidades por la Paz - para buscar uma solução política e pacífica para a disputa entre as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e o exército colombiano.

A organização pretende colaborar para a construção de um "país viável, cujo Estado seja governável e sua sociedade sustentável". A posição do grupo contrasta com a de alunos da Universidade Nacional da Colômbia, que ontem entraram em confronto com o exército colombiano. Os estudantes protestavam contra a eleição do presidente Alvaro Uribe, cuja política incitaria mais ainda o estado constante de guerra.

Sem apoiar nenhum dos dois lados, a organização ganhou o direito de enviar um representante às negociações entre governantes e guerrilheiros, interrompidas recentemente após a intensificação das ações militares de ambos os lados.

Na página da rede Universitária por la Paz, o internauta poderá responder a uma pesquisa sobre a influência que os meios de comunicação têm sobre o conflito armado. Fugindo ao maniqueísmo, o internauta pode opinar se a mídia influencia a favor ou contra a guerra.

Na seção de notícias, o internauta pode descobrir informações sobre o I Congresso Iberoamericano de Educação e Cultura de Paz, que acontece em setembro na Espanha, ou sobre os congressos promovidos pela própria organização. Na página inicial, há links para vários listas de discussão e uma lista de conteúdos mais lidos pelos visitantes.

Fonte: Agência PontoEdu
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.