text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Convênio com UnB pode ser saída para UFT

      
O concurso público não é a única saída para a implantação imediata e conseqüente funcionamento da Universidade Federal do Tocantins (UFT). "Existem outras opções", explicou ontem o governador Siqueira Campos (PFL), logo após audiência, no Palácio do Planalto, com o Secretário Geral da Presidência, Euclides Scalco. Uma alternativa apontada pelo governador é a realização de um convênio entre a Universidade de Brasília (UnB) e a Unitins, para o aproveitamento dos professores e funcionários desta última.

O importante para o governador é garantir a publicação do decreto presidencial, que vai oficializar uma parceria da UFT com a UnB, onde a Universidade de Brasília passa a ser responsável juridicamente pela Universidade Federal do Tocantins e administrativamente também. O governador ressaltou que esta questão de prazo para a realização do concurso em função das proximidades das eleições não tem importância. "O maior problema é a demora para a liberação desses passos nos ministérios, apesar de que sei que não é uma questão de falta de consideração com o Tocantins, mas estes problemas burocráticos costumam ser assim e, às vezes, a gente fica sem paciência para esperar", afirmou o governador.

Siqueira Campos enfatizou que a UnB realiza convênios com diversas entidades, inclusive particulares, e não seria um problema para ela fazer uma troca de serviços com a Unitins em função do funcionamento da UFT, aproveitando também funcionários e professores da UnB. Na audiência com Euclides Scalco, Siqueira Campos solicitou recursos orçamentários e a inclusão no programa Avança Brasil, da construção da BR-010. "Trata-se de uma rodovia que servirá de segunda pista, pela direita do Tocantins, para a Belém-Brasília", salientou o governador. Esta rodovia vai atender Goiás, Tocantins e Maranhão. Siqueira Campos disse que já houve entendimentos neste sentido com o Ministério dos Transportes e obteve ontem o apoio do secretário Scalco.

Hoje, Siqueira Campos tem audiência com o ministro Guilherme Dias, do Planejamento, Orçamento e Gestão, reforçando os pedidos feitos ontem a Scalco. Ele pedirá agilização na aprovação de decreto presidencial que já foi elaborado pelo Ministério da Educação e se encontra atualmente no Planejamento, além de solicitar recursos para a BR-010. Logo após a audiência, o governador retorna para Palmas.

Fonte: Jornal do Tocantins
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.