text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Ministério vai incluir mais cursos no provão

      
O ministro da Educação, Paulo Renato Souza, disse ontem que vai anunciar até o próximo dia 30 os novos cursos que serão incluídos no provão. O ministério já recebeu pedidos dos cursos de geografia, fonoaudiologia, fisioterapia, turismo e educação física. "A idéia é concentrar nos cursos de maior relevância social ou maior número de alunos", disse Paulo Renato, após fazer uma avaliação da sétima edição do Exame Nacional de Cursos, realizada ontem com a maior quantidade de inscrições da história.

Segundo ele, a prova reuniu quase 400 mil alunos de 24 áreas, em 627 cidades. O número representa 90% dos estudantes que estão concluindo os cursos. Os gabaritos das questões de múltipla escolha estão disponíveis na internet (www.inep.gov.br). "O boicote foi de 10% no primeiro ano e baixou para 1,9% no ano passado.

O provão está mais bem aceito", afirmou Paulo Renato, que ainda não tinha os dados do boicote deste ano. No Rio, alunos tentaram pular um muro para fazer a prova -havia erros de endereço no cartão de inscrição. Anteontem à tarde, o ministério recebeu uma liminar, obtida pela UNE (União Nacional dos Estudantes), permitindo que alunos inadimplentes fizessem a prova. "Achei um grande avanço a UNE pedir uma liminar para fazer a prova. Estávamos preparados e não houve problemas", disse Paulo Renato.

Neste ano, 165 cursos que já tiveram conceitos D e E nos últimos dois anos e avaliação insuficiente das condições de ensino podem ser suspensos, caso repitam esse desempenho. Em 2001, pela primeira vez, houve a suspensão de 12 cursos.

Fonte: Folha de São Paulo
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.