text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Uneb lança pós-graduação em gestão governamental

      
A Universidade do Estado da Bahia (Uneb) abriu novas turmas dos seus dois cursos de pós-graduação: gestão governamental e gestão pública municipal, pioneiros no Nordeste. Cada curso conta com 45 vagas e as inscrições devem ser feitas até dia 30 deste mês, no Museu de Ciência e Tecnologia, no Imbuí, onde as aulas serão ministradas. As aulas estão previstas para começar em 1º de outubro. Além das especializações, dentro do programa de gestão pública da Uneb, a universidade vai iniciar também em outubro um curso inédito de extensão. O curso "personalizado" pretende atender as necessidades de capacitação específicas de prefeituras e orgãos públicos da Bahia e outros estados.

A grande procura pelas pós-graduações, de acordo com o coordenador geral do programa de gestão pública da Uneb, Luiz Carlos Santos, fez com que várias turmas fossem iniciadas simultaneamente. Inauguradas em agosto do ano passado, a especialização em gestão pública municipal tem duração de um ano (420 horas) e já está na sexta turma, enquanto a especialização em gestão governamental dura um ano e dois meses (510 horas) e completou a terceira turma.

Segundo o coordenador geral, os novos cenários da administração pública, como o desenvolvimento local sustentável, aliado à grande demanda, levaram a universidade a criar essas especializações. "A Lei de Responsabilidade Fiscal, a gestão ambiental, as novas modalidades de contratos e convênios e as novas formas de gerir e administrar os recursos humanos foram alguns dos motivos que nos fizeram pensar nesses cursos", declara Luiz Santos, que é também doutor em ciências empresariais. "O mercado também está em busca de novos gestores. O estado criou 800 vagas para gestor governamental este ano e realizou concurso com cem. Significa que ainda temos 700 vagas para serem preenchidas", acrescenta.

Santos ressalta ainda que as pós-graduações em gestão governamental e gestão pública municipal podem ser feitas por profissionais de qualquer área. "Qualquer pessoa com nível superior pode fazer as especializações. No entanto, há um processo seletivo, com avaliação curricular, entrevista e avaliação da carta de intenções para depois o candidato ser chamado para a matrícula", conta. Os cursos dispõem também da disciplina metodologia do ensino superior, que prepara os profissionais que desejam atuar como docentes.

Fonte: Correio da Bahia - Salvador

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.