text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Inclusão de tema em prova da UPE causa insatisfação

      
Os professores e alunos dos cursinhos pré-vestibular estão revoltados com a decisão da Comissão de Vestibular da Universidade de Pernambuco (UPE) de ter acrescentado o tema Física Moderna no concurso deste ano. Eles alegam que o assunto é muito amplo e complexo para ser ensinado em apenas quatro meses. "Isso foi divulgado em agosto, há poucos meses do vestibular", afirma o professor de Física Pesach Troper.

A Física Moderna aborda temas como o funcionamento do raio laser, da tomografia cerebral, do raio X, das lâmpadas florescentes, das imagens da televisão. "Esse é um assunto interessante e útil, devendo ser introduzido no ensino médio, já que suas aplicações estão no cotidiano. No entanto, devido às dificuldades dos conceitos, deveria ser apresentada em contraste com a Física Clássica", explica o professor aposentado Sidrack de Holanda, titular de Física da UFPE.

Para a vestibulanda Juliana Aquino, 17 anos, essa mudança deveria ter sido anunciada, no mínimo, com um ano de antecedência. "Todo o sistema agora vai ter que ser mudado. Os professores dizem que nenhuma faculdade do mundo coloca esse tema no vestibular e que isso não é assunto nem de terceiro grau", diz Juliana. "Nós vamos adequar o que for possível ao entendimento do estudante de segundo grau", afirma Pesach Troper.

A prova de Física da UPE é composta de 20 questões. O assunto Física Moderna terá a importância de 10% na prova das áreas de Saúde e Exatas, o que equivale a uma ou duas questões. Segundo o professor Luiz Gonzaga, integrante da banca de Física da UPE, em 1993 a Secretaria de Educação de Pernambuco publicou um documento no qual indicava a Física Moderna para o ensino médio. Em 1997 esse documento foi reeditado, mas só em 1999 o Ministério da Educação, através dos Parâmetros Curriculares Nacionais, vem exigindo que esse assunto seja incluído no ensino médio.

"O aluno tem que estar preparado para o mundo. Os colégios não estão gostando porque só sabem preparar o aluno para a prova do vestibular. Além disso os professores estão ensinando o que aprenderam quando eram alunos. Para eles vai dar trabalho se reciclar", diz Luiz Gonzaga. "Sempre é assim, toda vez que se faz uma mudança há reação, mas depois todo o mundo se acostuma", completa.

Para os estudantes que ainda não fizeram sua inscrição no vestibular da UPE, vale lembrar que hoje é o último dia.

Fonte: Jornal do Commercio - Recife

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.