text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

UEA inicia aulas com seminário

      
A Universidade do Estado do Amazonas (UEA) deu início, ontem, às atividades acadêmicas dos candidatos de Manaus, Parintins e Tefé aprovados no Vestibular 2002 da instituição, o maior da história com 230 mil inscrições e que em alguns cursos, como o de Administração Pública, contou com uma concorrência de 485 alunos por vaga oferecida.

Durante toda esta semana eles participam do 2º Seminário de Introdução à Universidade que está sendo realizado no Salão de Convenções da Reitoria da UEA e que foi aberto pelo governador do Estado que, acompanhado do reitor Lourenço Braga deu as boas-vindas aos novos alunos.

Para um auditório lotado, com mais de mil acadêmicos, o governador explicou que a UEA está inserida no contexto de um Estado que hoje conta com serviços de excelência na área da Saúde, da Segurança e da Educação. "Desejo que nossa universidade seja defendida pelo povo amazonense porque a UEA foi criada para o desenvolvimento regional. Ele parabenizou os aprovados no vestibular 2002 e lembrou que a universidade já conta com cerca de 18 mil alunos na capital e interior do Amazonas. "A UEA representa uma verdadeira revolução", disse o governador, parabenizando a equipe de funcionários e professores.

Segundo o governador, os alunos que agora fazem parte da UEA vão poder encontrar o que há de mais moderno em tecnologia. Vão encontrar, ainda, uma universidade que foi pensada para atender as necessidades do mercado de trabalho regional, inclusive com cursos em nível de pós-graduação, como o de Biotecnologia e o de Doenças Tropicais e Infecciosas, já em andamento. Uma universidade que obedece a um rigoroso critério de qualidade técnica, mas que só poderá continuar crescendo se houver a participação de todos, principalmente dos acadêmicos.

O reitor da UEA, Lourenço Braga, apresentou a universidade, falou sobre sua estrutura física na capital e interior e os recursos tecnológicos que os novos alunos vão encontrar, a partir de segunda-feira, quando terão início as aulas regulares nos prédios das Escolas Superiores da UEA.

Ele lembrou, no entanto, que implantar a Universidade do Estado do Amazonas nos moldes em que foi pensada, para abranger todo o Amazonas, foi um esforço gigantesco. "Criar a UEA foi uma ousadia e vamos valorizar nosso sangue, nossa valentia e nossa nobreza. A UEA está sendo implantada com competência e seriedade e seu modelo será uma referência para o resto do Brasil e do mundo. Já realizamos o maior vestibular do Brasil e já somos a maior universidade multi-campi nacional", disse, orgulhoso, Lourenço Braga.

O reitor deu os parabéns aos alunos, lembrando a concorrência do vestibular deste ano que chegou a ter 485 candidatos por vaga (curso de Administração Pública). "Não há vitória sem lutas, vocês lutaram e se tornaram generais", acrescentou Lourenço Braga aos novos alunos.

Fonte: A Crítica - Manaus
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.