text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Estudantes protestam no Unit

      
Na manhã de ontem, um grupo de cerca de 120 alunos do curso de psicologia do Centro Universitário do Triângulo (Unit) fez um protesto em frente ao novo campus da instituição no bairro Jardim Karaíba. Munidos com faixas, cartazes e apitos, os estudantes pediam a melhoria da estrutura do curso, criado em janeiro de 1999.

Os manifestantes entregaram um documento com pelo menos cinco reivindicações à direção do Unit. Dentre elas, está a necessidade da Pró-reitoria de ensino fazer um levantamento dos livros necessários para formação do psicólogo e a aquisição de um número maior de exemplares. Segundo a representante do Diretório Central dos Estudantes (DCE), Karla Roberta Lamounier Carmargos Resende, muitos livros são exemplar único e, por isso, os alunos são obrigados a fazer a pesquisa na própria biblioteca ou tirar cópias das publicações. Os alunos também reivindicam a instalação da Clínica Escola do curso de psicologia e a redução no valor das cópias na instituição que é de R$ 0,10 por cópia (o valor cobrado na cidade varia de R$ 0,05 a R$ 0,8).

Outro pedido é a liberação do ônibus do Unit para o transporte dos alunos até o 1º Congresso Brasileiro de Psicologia: Ciência e Nutrição que acontece de 1º a 5 de setembro em São Paulo. De acordo com a representante do DCE, Karla Roberta Lamounier Carmargos Resende, a preocupação dos alunos é com a estrutura que está sendo oferecida, já que a promessa da direção é que, no mês de julho, várias dessas reivindicações estariam atendidas. "Não temos o que reclamar da qualidade do curso. Os professores são ótimos, e muito bem preparados. O que nós queremos é uma estrutura melhor", afirmou a estudante.

O curso tem duração de quatro anos e meio e deve formar a primeira turma no ano que vem. Segundo os estudantes, em 2003 o Ministério da Educação (MEC) fará a avaliação do curso que ainda não é reconhecido pelo MEC.

Segundo a estudante Michele Honorato Arantes, a preocupação dos alunos é não ter uma formação adequada e ser prejudicada quando ingressar no mercado de trabalho. Ela afirma que é exigido para a formação do psicólogo a participação em 240 horas de congresso e além disso a clínica escola é parte obrigatória para os futuros profissionais. "Hoje tem uma clínica improvisada no Ubershopping e no bairro Martins. São apenas duas salas com mesa e cadeira", afirmou a estudante.

Fonte: Correio - Uberlândia


  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.