text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Rio Cuiabá: Estudantes de Turismo cobram mais rigor da Fema

      
Os alunos do curso de Turismo da Faculdades Integradas Cândido Rondon (Unirondon), que fazem parte do grupo "Guardiões do Rio Cuiabá", cobraram mais rigor por parte da Fundação Estadual do Meio Ambiente (Fema) para evitar a destruição do Rio Cuiabá com o lixo urbano. Eles recolheram, pelo menos 300 sacos de lixo de 100 litros, nas margens do Rio Cuiabá, entre os Córregos do Barbado e do Gambá. "O rio Cuiabá é um dos atrativos turístico de Mato Grosso e nós que atuamos na área de turismo temos a obrigação de contribuir com a limpeza do rio", ressaltou a coordenadora adjunta do curso, Fátima Gargioni.

O esforço de cerca de mil pessoas que se uniram no mutirão de limpeza ao longo do rio em Cuiabá, Várzea Grande, Santo Antonio de Leverger e Barão de Melgaço, segundo a coordenadora do curso de Turismo da Unirondon, faz parte de um processo de conscientização da população e serve também para chamar a atenção sobre a necessidade urgente de implementação de outras medidas. "Cabe ao poder público adotar ações mais contundentes. A situação é mais crítica do que a gente imagina e não há como o setor privado agir em determinadas situações", lembrou Fátima Gargioni.

O esgoto que deságua no rio Cuiabá está repleto de produtos que são jogados pela população como geladeiras, móveis e pneus, coisas que os Guardiões do Rio Cuiabá, não conseguem retirar. "Vamos propor à Fema que coloque grades nas saídas dos esgotos para evitar que objetos de grande volume jogados no córrego acabem dentro do rio. A grade pode inibir a atitude de pessoas irresponsáveis que fazem do rio uma lata de lixo", salientou a representante da Unirondon. Além de eletrodomésticos e móveis velhos, o número de garrafas pet de dois litros é impressionante, elas são encontradas por todo lado, dentro e fora do rio.

Fonte: Diário da Serra - Tangará da Serra (MT)
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.