text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Instituições piauienses ainda não utilizam o Enem para ingresso

      
Nenhuma instituição de ensino superior no Piauí utiliza o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) como forma de ingresso em cursos de graduação. A informação é da técnica do Ministério da Educação Ana Vilma Valente, em visita a Teresina. Em uma reunião com os técnicos da Secretaria Estadual de Educação, na manhã de ontem, a técnica tratou dos últimos detalhes para aplicação das provas do ENEM, no próximo dia 25, domingo.

A reunião que começou por volta das 9h30 de ontem, foi presidida pelo subsecretário da Educação, Pedro Magalhães Neto e contou com a presença de coordenadores regionais, diretores, professores e técnicos da educação pública do Piauí.

Em todo o Estado, cerca de 18,6 mil alunos estão inscritos no exame, cujas provas serão aplicadas em nove cidades, incluindo Teresina, Bom Jesus, Campo Maior, Corrente, Floriano, Parnaíba, Picos, São Raimundo Nonato e Uruçuí compõem os demais pólos de aplicação de provas. Em Teresina as provas serão aplicadas em 15 pontos de aplicação, incluindo a Escola Eurípedes de Aguiar, no Bairro Marquês, o Instituto de Educação Antonino Freire, a UESPI e o Liceu Piauiense.

Criado desde 1998 o Enem é um exame voluntário oferecido anualmente aos concluintes ou egressos do Ensino Médio. A prova do Enem avalia cinco competências: domínio de linguagens, compreensão de fenômenos, enfrentamento de situações-problema, construção de argumentações e elaboração de propostas de intervenção na realidade.

De acordo com informações da Secretaria de Educação, o ENEM tem como objetivo oferecer uma referência para auto-avaliação, orientar escolhas profissionais futuras e servir como modalidade alternativa ou complementar aos processos seletivos para ingresso no ensino superior e mercado de trabalho. Para Vilma Valente, o verdadeiro objetivo do ENEM ainda não foi absorvido no Estado, já que não consta o uso do exame como critério de seleção para ingresso nas instituições de ensino superior, "acho que esse é um quadro que tende a mudar em breve", comenta.

Atualmente, mais de 330 instituições de ensino superior já utilizam os resultados do Enem em seus vestibulares.

Fonte: Meio Norte - Teresina
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.