text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Objetivo é unir educação e trabalho

      
Preparar o palco para que os atores se aproximem e façam parcerias. Esse é o principal objetivo da II Feira de Integração de Educação e Trabalho, promovida pelo Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) e que tem início na próxima terça-feira, dia 27, em São Paulo, no Frei Caneca Convention Center e vai até quinta-feira. "Trata-se de uma excelente oportunidade para o estabelecimento de parcerias estratégicas entre empresas e escolas", diz Ruy Leal, gerente nacional de Desenvolvimento do CIEE. A seguir, trechos de entrevista sobre a Fenãt.

Estado ? O senhor poderia explicar, detalhadamente, que tipo de parceria busca fomentar no evento?
Ruy Leal ? Nossa proposta é promover integração entre educação e trabalho, fazendo com que escolas e empresas se encontrem em um palco comum. O foco principal é educação a distancia, e-learning e programas de certificação. Empresas e demais intituições terão a oportunidade de apresentar o que estão realizando na área de treinamento e desenvolvimento e educação.

Estado ? Quando e como surgiu a idéia da Fenãt?
Leal ? Essa feira foi concebida em 2000 e idelizada pelo presidente do CIEE, Luiz Gonzaga Bertelli. Nosso objetivo é promover o encontro de empresas e escolas para discusão e troca de conhecimento. Também buscamos fazer com que o público, tanto o educador como o executivo interessado em conhecer o que tem sido desenvolvido na área, tenha a oportunidade de saber o que está sendo desenvolvido.

Estado ? A segunda edição da Fenãt está muito diferente da primeira?
Leal ? No ano passado, testamos o conceito. Foi a primeira e, em conseqüência disso, mais uma ação instituicional. E isso permitiu identificar os aspectos que podíamos melhorar. Fortalecemos ainda mais o programa do seminário. Antes, eram duas palestras por dia. Agora são três. ? uma maneira de dar motivação ao público que vem, como educadores e executivos, também a oportunidade de acompanhar palestras com especialistas.

Estado ? Quantas empresas já confirmaram presença?
Leal ? Já temos cerca de 30 expositores até agora. O maior número é de empresas. Mas há universidades também. Já confirmaram presença: Cisco System, Instituto Brasileiro de Tecnologia Avançada (IBTA), Telecon e Oracle. Essa última leva a experiência de sua sua universidade corporativa. Também temos a preseça da UNIFMU.

Estado ? Qual a importância de as empresas apresentarem a experiência com sua universidade corporativa?
Leal ? Há um fenômeno que é importante destacar nas universidades corporativas (instituições criadas dentro das empresas para o treinamento dos profissionais ligado aos negócios). Elas estão indo além de sua cadeia de produção. Passam a tender seus fornecedores e seus clientes importantes. São histórias como essa que estarão à disposição do público em geral.

Estado ? As empresas que atuam com certificação também estarão presentes?
Leal ? Sim. E há muita coisa que se pode aprender por meio do e-learning. As empresas poderão vender seus cursos para outras. O IBTA, por exemplo, é uma empresa específica por que é escola de tecnologia e é empresa com programas de certificação.

Estado ? O que diria aos profissionais para convidá-los ao evento?
Leal ? Chamamos a atenção para a importância de exercitar a educação continuada, mas o evento é aberto a estudantes, além de executivos e educadores.

Fonte: O Estado de S. Paulo

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.