text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Professores realizam protesto nesta 4ª na Av. Paulista

      
Pelo menos 4 mil professores realizarão nesta quarta-feira, às 14h, no Avenida Paulista, um protesto contra o Primeiro Acordo Coletivo de Serviço no Setor Público, assinado nesta terça-feira pela Prefeitura e uma parte dos representantes dos servidores municipais. As informações são do Sindicato dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal de São Paulo (Sinpeem).

Além da Sinpeem, os Sindicatos dos Especialistas de Educação do Ensino Público do Município de São Paulo (Sinesp) e dos Professores e Funcionários do Ensino Municipal de São Paulo (Aprofem), não concordam com a assinatura do acordo.

Uma das insatisfações da categoria é o baixo índice de reajustes salariais: 2%, retroativo a maio. Eles também são contra a concessão de cestas básicas e de gratificação nos salários.

A secretária municipal de Gestão Pública, Helena Kerr do Amaral, disse que não entende a insatisfação dos professores. De acordo com ela, a categoria foi a que recebeu o maior ajuste salarial desde que a prefeita Marta Suplicy assumiu o governo.

Pelo acordo assinado nesta terça, além dos 2% retroativos a maio, todos os servidores municipais receberão mais dois reajustes de 2,62%, um em janeiro de 2003 e outro em 2004. Quem recebe até três salários mínimos terá também terá um abono de R$ 300.

Fonte: Diário do Grande ABC - Santo André


  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.