text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

A vez dos maduros

      
Pessoas com mais de 35 anos nunca tiveram tantos motivos para ingressar na universidade. ? cada vez maior a oferta de vagas e descontos para a faixa etária no Estado. Programas especiais estão abolindo o vestibular ? maior obstâculo para quem está fora de forma ? e, em algumas instituições, os candidatos precisam apenas escrever uma redação para voltar à faculdade.

A novidade neste inverno foi o projeto MAIORidade das Faculdades Ritter dos Reis. Mais de cem candidatos concorreram em cinco cursos oferecidos (Pedagogia, Letras, Arquitetura e Urbanismo, Administração e Sistemas de Informação). O concurso foi realizado no dia 1º de agosto, e os estudantes tiveram de fazer uma redação. A Pedagogia ? curso nota A no Provão do MEC ? foi a graduação mais procurada.

? Superou todas as expectativas. Estamos satisfeitos em atender a comunidade. O processo seletivo não precisa ser estressante ? diz o reitor Flávio Reis, que já anunciou o curso de Direito na próxima edição.

Pioneira no Estado, a Universidade Luterana do Brasil (Ulbra) beneficia estudantes com mais de 35 há dois anos. Conforme a instituição, cerca de 70% dos alunos têm menos de 44 anos e procura pelo curso de Direito.

? O ingresso facilitado é um incentivo importantíssimo. São pessoas ainda jovens que tiveram de interromper os estudos para trabalhar, ter filhos e se sentem inseguros de competir com a garotada. Para a universidade, a experiência de vida conta muito, e a LDB (Lei de Diretrizes e Bases) prevê a flexibilização do ingresso ? diz a criadora do programa Ulbra Gerações, Sirlei Dias Gomes.

Ao atender a demanda, o Ensino Superior no Estado cresce e dá impulso a uma nova força de trabalho. De 1996 a 2000, conforme o Censo do Ensino Superior, o número de alunos em instituições privadas subiu 54%, chegando a 195 mil. Para a psicóloga e consultora de carreiras, Tânia Andrade, a idade não atrapalha o profissional qualificado e atualizado.

? Nunca é tarde para quem consegue oferecer ao mercado o que ele quer ? diz Tânia.

A retomada dos estudos após uma trajetória de vida ou a decisão de mudar o rumo da carreira é um ato de coragem. E como tal, é valorizado dentro e fora da universidade, garantem os especialistas. Nas páginas 4 e 9, conheça os programas e como os acadêmicos mais velhos enfrentam a faculdade.

Fonte: Zero Hora - Porto Alegre
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.