text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Faculdade de Educação da UnB fecha parceria com a Unesco

      
Para o Diretor da Faculdade de Educação (FE) da UnB (Universidade de Brasília), Erasto Fortes, o início da parceria - marcado com o seminário O Ensino Médio no Contexto do Mundo do Trabalho, na manhã de quinta-feira, 22 de agosto -, anuncia a vontade tanto da FE quanto da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) em promover o debate qualificado sobre o ensino público e vai possibilitar a realização de seminários internacionais ligados à pós-graduação da FE.

Segundo Fortes, a parceria surge em um momento propício para discutir novos rumos para a educação pública brasileira. "Essas reflexões são importantes não só para a FE, mas também para toda a universidade", defendeu na mesa de abertura do seminário, que ainda teve a presença da diretora de Ensino Médio da Secretaria de Educação Média e Tecnológica do Ministério da Educação (MEC), Maria Beatriz Gomes da Silva; do Assessor da Unesco Célio da Cunha e da Decana de Ensino de Graduação em Exercício, Tais Augusto Pitta Garcia Cotta.

Dados expostos pela conferencista e professora da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo Elba Siqueira de Sá Barreto, entre 1994 e 2001 o número de alunos nas escolas públicas aumentou em 72%, mas a escolarização efetiva na faixa entre 15 e 17 anos é de apenas 30%. "Precisamos investir mais na qualidade da formação e em manter os alunos nas escolas", afirma.

O tom acadêmico para políticas públicas

Segundo o assessor da Unesco Célio da Cunha, o passo mais importante dessa parceria é aproximar o diálogo entre quem faz e executa políticas educacionais e a comunidade acadêmica. "A Unesco luta muito para promover o diálogo entre diferentes pontos de vista para desenvolver políticas educacionais sólidas e específicas para cada público", explica.

Com base em dados de pesquisa na América Latina, Cunha afirmou que apenas 25% dos jovens teriam condições de inserção plena no mercado de trabalho.

Maria Beatriz, representante do MEC, defendeu as opiniões expostas por Fortes. "Aspas da Beatriz", considera. Para Cunha, o encontro com a comunidade acadêmica é fundamental para quem formula políticas porque fornece indicações sobre caminhos a seguir. "Passamos por um momento de importante reflexão e de fazer um balanço do que foi feito. Esse processo de reforma deve estar em permanente discussão e construção", afirma. Tais Pitta encerrou a abertura do encontro e disse que a parceria entre a FE e a Unesco vem somar-se a outras parcerias internacionais da UnB e inserir a universidade cada vez mais no cenário internacional.

Ao final do encontro foi lançado oficialmente no Brasil o livro Ensino Médio: Cada Vez Mais Necessário, Cada Vez Mais Insuficiente, escrito pelo Secretário de Educação do Governo da Cidade de Bueno Aires (Argentina), Daniel Filmus.

Fonte: UnB
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.