text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Falta de estrutura impede deficiente auditivo de fazer prova do Enem

      
Dentre os 6.079 estudantes inscritos para realizar a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ontem em Pelotas, Raphãl Massot Siqueira, 19 anos, que cursa o 3º ano do Magistério no Colégio Municipal Pelotense, foi um dos mais mais prejudicados, pois não pôde fazer a prova.

Conforme relata sua mãe, Lucila Massot Siqueira, professora de Língua Brasileira de Sinais (Libra) e psicóloga, o cartão de confirmação de inscrição entregue pelo correio em sua residência, indicava que Raphãl teria uma sala especial. Ontem, todavia, quando chegou no Instituto de Educação Assis Brasil (IEAB), a sala não tinha um intérprete para acompanhar o estudante durante o exame.

A coordenadora geral das provas no IEAB informou a Lucila que não havia sido comunicada da necessidade de um intérprete e também salientou que nestes casos é necessário apresentar um laudo médico. "Nunca presenciei tanta desinformação e pelo que sei outros jovens com o problema do meu filho também não fizeram os exames", desabafou Lucila.

Em contato com a assessoria de imprensa do Ministério de Educação às 18h30min, o Diário Popular foi informado de que o órgão ainda não possuía os números de abstenções do País e nem das cidades. Também garantiram que nenhum tipo de problema foi detectado durante os exames.

Prova - Este ano as provas ocorreram em 600 cidades. Em 2001, apenas 277 localidades realizaram as provas. A nota obtida no Enem pode ser utilizada pelo estudante no Processo Seletivo. Os diretores das escolas podem solicitar a média geral dos educandários ainda para comparar com a nacional e, desta forma, avaliar como está o ensino na instituição.

Mais de 90% dos inscritos ficaram isentos da taxa de inscrição. Os alunos matriculados na 3ª série do Ensino Médio em escolas públicas e os que concluíram, no último ano, a Educação de Jovens e Adultos foram beneficiados com a gratuidade. Mediante declaração de carência também foram dispensados do pagamento os estudantes da rede privada e os que terminaram o Ensino Médio em anos anteriores.

Fonte: Diário Popular - Pelotas



  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.