text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

27 mil fazem prova em Mato Grosso

      

A quinta edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi considerada tranqüila em Mato Grosso. Ontem, cerca de 27.425 estudantes mato-grossenses tiveram a oportunidade de avaliar seus conhecimentos numa prova de múltipla escolha com 65 questões e uma redação.

Os portões foram fechados às 12h, mas em alguns locais de prova, os estudantes atrasados tiveram alguns minutos de tolerância. "Não houve nenhum incidente", comentou Delvaldo Benedito de Souza, coordenador estadual do Enem.

Pela primeira vez, os estudantes Pedro Ivo Calegari e Rafãl Brazão, ambos 17 anos, participaram do exame. Eles ainda estão cursando o Ensino Médio (antigo 2º grau) e chegaram ao local da prova, a Escola Estadual Nilo Póvoas, no bairro Bandeirantes, com alguns minutos de antecedência.

Adquirir experiência, avaliar seus conhecimentos e conseguir uma boa pontuação são os principais motivos que levaram os dois estudantes a participaram do exame. Pedro Calegari diz que pretende fazer vestibular para Medicina em algumas universidades que já utilizam as notas do Enem. Por isso, espera conseguir uma boa pontuação.

Além disso, os dois estudantes acreditam que o Enem não tem a mesma pressão que o vestibular. "Não há muito nervosismo e vale também como uma preparação para o vestibular", comentou Rafãl Brazão.

Em Mato Grosso, a quantidade de inscritos este ano supera em 20% o número do ano passado, quando 23,2 mil pessoas fizeram o exame. No País, o Enem tem este ano 1,8 milhão de inscritos em 600 municípios de todos os estados e no Distrito Federal. O resultado do Exame já é aceito em 338 instituições de ensino superior que utilizam a avaliação em seus vestibulares.

No Estado, as notas do exame somam pontos no vestibular da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Faculdade Cuiabana de Educação e Letras e a Faculdade de Administração e Ciências Contábeis.

Ontem, os estudantes puderam testar cinco habilidades: de compreender fenômenos, enfrentar de situações-problema, fazer argumentações e elaborar propostas de intervenção na realidade e domínio de linguagens.

Os alunos que participaram do exame devem receber a partir da segunda quinzena de novembro, no endereço indicado no ato da inscrição, o Boletim Individual de Resultados. Constarão nesse boletim duas notas: uma para a parte objetiva da prova e outra para a redação e, ainda, uma interpretação dos resultados obtidos para cada uma das cinco competências avaliadas.

No final da tarde de ontem, o ministro da Educação, Paulo Renato Souza, fez uma avaliação da aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que aconteceu em todo o País.

Paulo Renato Souza, destacou o clima de tranqüilidade em que foram realizadas em todo o país as provas. O ministro informou que os números do comparecimento de estudantes deverão conhecidos em dois dias, mas, pelas informações preliminares, ele acredita que a maioria dos 1,8 milhão de inscritos não teve problemas para chegar aos 2.489 locais de prova. As provas foram aplicadas em 600 municípios.

Fonte: Diário de Cuiabá


  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.