text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

HC credencia quatro novas especializações

      
A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) conseguiu, este mês, o credenciamento de quatro novas especializações em áreas da medicina que ainda não eram oferecidas no Hospital de Clínicas (HC). A partir de janeiro de 2003, as residências - período em que o estudante recém-formado se especializa - de infectologia, cancerologia, dermatologia e hematologia estarão à disposição dos estudantes que tiverem interesse por alguma das áreas mencionadas.

Além da modificação na quantidade de residências oferecidas, outra novidade para 2003 é que a UFU conseguiu, do Ministério da Educação (MEC), aumentar o número de vagas em algumas especializações que oferece. São elas cardiologia, otorrino, clínica médica e cirurgia geral. "A residência médica é uma força no sentido de melhorar o nível de atendimento aos pacientes. Ela incentiva a busca por melhores equipamentos, facilitando o diagnóstico do paciente", destacou o coordenador do programa de residência médica da UFU, Ben-Hour Braga Taliberti.

De acordo com ele, a abertura das quatro especializações se deu em função do crescente número da procura por parte dos estudantes de medicina, principalmente pela área de dermatologia.

A UFU ocupa atualmente a segunda posição no Estado, levando-se em consideração o número de vagas em residências médicas, 136 no total, ficando atrás apenas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em Belo Horizonte. Os estudantes de Uberlândia têm à disposição ainda a segunda maior gama de especializações oferecidas, das 50 aprovadas pela Comissão Nacional de Residências Médicas, Associação Brasileira de Medicina e pelo Conselho Federal de Medicina, a UFU oferece 26 opções.

Os interessados em ocupar uma das vagas nas residências oferecidas pela UFU devem se inscrever no exame de seleção, que será realizada uma vez por ano. A avaliação é dividida em duas etapas: na primeira, o candidato passa por uma prova de conhecimentos gerais em medicina. Na segunda, ele é submetido a uma entrevista individual. Para se candidatar à residente no HC, não é necessário que o graduado seja egresso da UFU, mesmo assim, segundo Taliberti, a maioria foi aluno da instituição. "Temos muitos inscritos de outras universidades do País, mas, no final, cerca de 90% das vagas são ocupadas por estudantes da própria UFU", completou.

Para que o estudante de medicina se torne um médico, especialista em alguma área, precisa vencer uma verdadeira batalha de estudos. Da entrada na faculdade ao título de especialização, são cerca de nove anos de aprendizagem.

Fonte: Correio - Uberlândia
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.