text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Uesc graduará professor do ensino fundamental

      
Professores de quase uma dezena de municípios do sul da Bahia, que já atuam na rede pública de ensino, mas que não têm formação universitária, estarão participando de um curso de formação de professores para educação infantil (antigo pré-escola) e séries iniciais do ensino fundamental (1ª à 4ª série), em nível de graduação - licenciatura plena, com duração de três anos. Convênio neste sentido foi assinado no dia 20 entre a Uesc (Universidade Estadual de Santa Cruz) e as prefeituras de Porto Seguro, Camacã, Mascote, Santa Luzia, Pau Brasil, Arataca e Jussari.

A oferta inicial é de 200 vagas, que serão distribuídas proporcionalmente em relação ao número de professores que já se encontram em efetivo exercício na rede pública nos citados municípios. Os convênios foram assinados pela reitora Renée Albagli e os prefeitos dos municípios, em ato público no auditório da Torre Administrativa, no campus universitário, com a presença da vice-reitora Margarida Fahel, pró-reitores, chefes de departamentos, coordenadores de colegiados e professores.

Ao instalar a solenidade, a reitora Renée Albagli considerou a implantação do programa como uma forma de contribuição ao desenvolvimento regional através da qualificação de professores em nível superior, "condição necessária à constituição e expressão de cidadania". Em seguida, disse que a graduação universitária em que pese ser uma determinante da LDB para o professor do ensino fundamental, "se sobressai na implantação do projeto o compromisso da Uesc com as questões regionais".

E enfatizou: "Este momento, para a universidade, se constitui no resgate de um dos mais importantes compromissos desta instituição, que é a sua contribuição para a implantação de um ensino de qualidade na sua área de inserção geoeducacional, ao lado do compromisso que tem com o desenvolvimento regional".

Destacando a importância da educação e da parceria da universidade com as suas comunidades, pronunciaram-se também os prefeitos Erivaldo Almeida Montes (Camacã), Jorge Anunciação Cordeiro (Jussari), José Augusto Santos Filho (Pau Brasil), o vice-prefeito de Arataca, Antônio Alberice Santana e a secretária de Educação de Porto Seguro, professora Esmeralice Andrade Assis.

Aprovado pelo CEE

O curso, aprovado pelo Conselho Estadual de Educação, será coordenado na Uesc pela coordenação geral da diretoria de programas especiais em educação e assessoramento da assessoria de políticas e diretrizes acadêmicas.

Os recursos para operacionalização do projeto serão repassados à universidade pelos municípios, que também disponibilizarão espaço físico adequado e condições materiais e humanas para desenvolvimento do trabalho, tais como mobiliário, equipamentos, recursos tecnológicos e acervo bibliográfico que assegurem a qualidade do curso.

As aulas serão ministradas nas sedes de dois núcleos: Camacã, concentrando seis municípios de sua área, e Porto Seguro. Como os professores já têm experiência de sala de aula, as atividades de ensino-aprendizagem aliarão a prática à teoria, contextualizada com a realidade local. O curso será iniciado logo após o processo seletivo dos candidatos.

Fonte: Correio Braziliense


  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.