text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Sob as asas da Embrãr

      
Algumas atividades do mercado de trabalho são tão específicas que poucas escolas se preocupam em oferecer o curso em sua grade curricular. Nesses casos, a dificuldade para encontrar um profissional especializado obriga as empresas a montar seus próprios cursos de formação.

Um bom exemplo é a Embrãr, quarta maior empresa fabricante de ãronaves comerciais no mundo, sediada em São José dos Campos (SP), que formou, em julho, sua primeira turma de engenheiros especialistas em ãronáutica.

Para formar novos engenheiros diretamente ligados às necessidades da empresa -que está investindo na geração de novas tecnologias e na competição eficiente no mercado mundial- foi criado o Programa de Especialização em Engenharia (PEE), um curso de pós-graduação elaborado em parceria com o Instituto Tecnológico de ãronáutica (ITA). "Embora o conteúdo seja similar ao de uma universidade corporativa, preferimos não usar o termo, que é carregado de modismos. Temos um programa de especialização", apressa-se em afirmar Sidney Lage Nogueira, gerente do PEE da Embrãr.

Da primeira turma participaram 164 alunos já formados em engenharia, que foram selecionados a partir de um rigoroso processo, uma espécie de vestibular, em que concorreram candidatos vindos de faculdades do Brasil inteiro.

Esses alunos passaram 18 meses em regime de dedicação integral, entre as salas de aula do ITA e as instalações da empresa. Nesse período, eles receberam bolsa-salário, além de benefícios como transporte, convênio médico e seguro de vida.

O resultado é que os 164 engenheiros terminaram o curso com um diploma de mestrado profissionalizante reconhecido pelo MEC e mais: emprego garantido na Embrãr. "Temos vagas para todos. Eles têm um considerável potencial para um rápido crescimento aqui dentro", afirma Nogueira. A empresa quer suprir a falta de 1.400 profissionais até 2006.

Uma segunda turma, de 240 alunos, já iniciou um novo curso. Eles conseguiram uma vaga em uma concorrência que reuniu 9.000 mil candidatos. No próximo ano, a Embrãr pretende estender a parceria a outras universidades. Já foram fechados contratos ou estão em vias de finalização novas parcerias com as universidades federais de Pernambuco, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Norte, com a Unicamp (Campinas, SP) e com a PUC do Rio de Janeiro.

Fonte: Folha de S.Paulo


  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.