text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Eleição para reitor da Furb acontece hoje

      
Professores, alunos e funcionários da Universidade Regional de Blumenau (Furb) elegem, hoje, o novo reitor através de um processo que se inicia às 8 horas e termina às 22 horas. A comissão eleitoral prevê que até a meia-noite de hoje se conheça o sucessor de Egon Schramm, que será empossado no dia 25 de outubro para um mandato de quatro anos. Três chapas disputam as eleições para a reitoria: Valdevino Pereira da Silva, com Ademar Cordeiro, pela chapa 1; Egon Schramm, com Rui Rizzo, pela chapa 2; e Paulo Baier, com ?dimo Celso Rudolf, pela chapa 3.

Conforme Silvia Regina Ulrich, presidente da comissão eleitoral, estão aptos a votar 17,5 mil eleitores, sendo 16,1 alunos, 525 funcionáios e 842 professores. O corpo docente tem o maior peso na eleição para a reitoria: 70%. Os outros 30% são divididos entre alunos e funcionários (15% para cada um).

Na última sexta-feira, os candidatos apresentaram suas propostas e se submeteram aos questionamentos num debate promovido pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE). "Como clientes da universidade, precisamos conhecer as propostas de cada um", disse Amarildo Kniess, presidente da entidade estudantil.

Fazer um plebiscito a fim de se travar a discussão a respeito da mudança do nome de Universidade Regional de Blumenau para Universidade de Blumenau. Essa é uma das principais bandeiras do candidato Valdevino Pedro da Silva. "Fora do Estado, a impressão é de que se trata de uma pequena universidade", observa ele.

Já o candidato Egon Schramm, que concorre à reeleição, tem como meta manter o caráter público da universidade, discutir seu perfil jurídico-institucional, reavaliar os processos administrativos, capacitar o corpo de servidores, com vistas ao aperfeiçoamento dos processos administrativos, acadêmicos, bem como à qualidade de atendimento.

Paulo Baier tem como uma das metas em seu programa de administração criar um fórum permanente, com a participação dos professores, funcionários e alunos, para debater a modernização estrutural da universidade, e discutir com os servidores a criação de um fundo complementar de aposentadoria a partir de recursos já existentes.

Fonte: A Notícia - Joinville
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.