text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Tudo o que você precisa saber sobre o FIES

      
O Governo Federal abre hoje, dia 2, o período de inscrições para os universitários interessados em aderir ao FIES (Programa de Financiamento Estudantil). Os alunos regularmente matriculados em IES privadas cadastradas no programa poderão se candidatar, até o dia 27 de setembro, a uma das 40.000 vagas disponíveis para o segundo semestre de 2002.

Os critérios de seleção do programa visam privilegiar os candidatos carentes, com família numerosa, sem casa própria e sem curso superior completo. Casos de doenças crônicas na família e de parentes matriculados em universidades pagas também podem beneficiar os interessados. De acordo com as regulamentações do Fies, cada estudante pode solicitar um financiamento de até 70% do valor da mensalidade cabendo a ele o pagamento dos 30% restantes.

Para participar do programa, os universitários deverão acessar o site da CEF (Caixa Econômica Federal), www.caixa.gov.br, e preencher um cadastro eletrônico com todas as informações sobre suas reais condições sociais e econômicas.

Através da análise destes dados, será traçado um perfil sócio-econômico de cada candidato, que será avaliado por uma Comissão Permanente de Seleção e Acompanhamento formada por representantes da instituição, professores e alunos. Todos os estudantes aprovados serão convocados para uma entrevista com este comitê de avaliação, na qual deverão comprovar todas as informações fornecidas no ato do cadastramento.

Para confirmar os dados declarados, os estudantes terão de apresentar uma série de documentos que vão desde comprovantes de pagamentos até mesmo atestados de saúde no caso de parentes com doenças crônicas na família. Caso os interessados não consigam comprovar a veracidade de todas as informações, eles serão automaticamente desclassificados.

Além disto, todos os candidatos ao financiamento do governo federal deverão contar com, no mínimo, um avalista idôneo e com renda igual ou superior a duas vezes o valor da mensalidade do curso informada pela instituição, sendo que o cônjuge não pode ser avalista. Segundo o diretor do Fies, Aurélio Hauschild, essa foi uma medida encontrada para tentar minimizar os efeitos da inadimplência. "O programa anterior foi quase à insolvência por conta do alto número de alunos inadimplentes", diz

Se por um lado, a figura do fiador é uma garantia para o governo federal por outro é uma dificuldade para os estudantes. Para o aluno do terceiro ano do curso de Hotelaria da FMU (Faculdades Metropolitanas Unidas - SP), Alex Fernandes, encontrar uma pessoa disposta a colaborar neste sentido sempre é uma experiência constrangedora. "Sempre é um pouco chato, mas eu tive a sorte de contar com o meu irmão", conta.

A tarefa se torna um pouco mais árdua para os candidatos com renda inferior a 60% do valor da mensalidade do curso. Nesses casos são exigidos pelo menos dois fiadores. De acordo com a presidente da comissão de seleção do financiamento estudantil da PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo), Célia Forghieri, muitos enfrentam problemas por causa de seus avalistas. "Há cada seis meses, dois ou três estudantes da nossa instituição acabam perdendo o FIES por dificuldades dos seus fiadores", afirma.

Outro fator que pode ser determinante para os alunos perderem o benefício do governo federal é o índice de aproveitamento acadêmico. Todos os alunos financiados têm de ter aproveitamento acadêmico superior a 75% das disciplinas.ÿ "A intenção do MEC (Ministério da Educação) é incentivar os bons estudantes", explica Hauschild.

Mesmo com todas as dificuldades, o Fies é um dos programas de financiamento mais procurados do país. O MEC abre dois processos seletivos por ano e o número de participantes tem aumentado gradativamente. Só no primeiro semestre de 2002, mais de 192.000 universitários se candidataram ao benefício federal.

Segundo dados do ministério da educação, desde o lançamento do programa (maio de 1999) cerca de 182.804 contratos foram firmados, num total de R$ 1.227.797.458,52 (um bilhão, duzentos e vinte sete milhões, setecentos e noventa sete mil, quatrocentos e cinqüenta oito reais e cinqüenta e dois centavos).

Calendário do Fies 2002 segundo semestre:

2 a 27 de setembro - Inscrição dos estudantes
2 de setembro a 3 de outubro - Entrega do Protocolo de Inscrições nas comissões das IES
4 de outubro - Divulgação da primeira relação de estudantes cadastrados
10 de outubro - Divulgação da relação definitiva de alunos inscritos
15 de outubro - Divulgação dos resultados
15 de outubro a 1 de novembro - Preenchimento do formulário de entrevista na internet - Estudantes classificados dentro do período de seleção
21 de outubro a 1 de novembro - Realização de entrevista dos estudantes reclassificados dentro do limite de seleção junto à Comissão Permanente de Seleção e Acompanhamento das suas IES
28 de outubro a 29 de novembro - Assinatura do contrato de financiamento nas agências da Caixa Econômica Federal

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.