text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

A primeira faculdade particular com cotas para negros

      
Começam daqui a uma semana as inscrições para um vestibular inédito em toda a América Latina. A primeira instituição privada de ensino superior a adotar cotas para negros abre suas portas no sábado para candidatos a um de seus dois cursos iniciais, Administração Geral e Administração Financeira. Até 50% (e no mínimo 30%) das vagas da Faculdade Zumbi dos Palmares, criada pela organização não-governamental (ONG) paulista Afrobras, serão destinadas a estudantes afrodescendentes. O valor da mensalidade será abaixo da média cobrada por escolas de São Paulo: R$ 240.

A exemplo do que acontece nas quatro universidades públicas brasileiras que já adotam cotas - Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), Universidade Estadual da Bahia (Uneb), Universidade de Brasília (UnB) e Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Uems) -, o critério usado pela nova faculdade para definir quem é ou não negro será o da autodeclaração.

Não há outro jeito. Quem critica esse critério diz que sempre haverá um engraçadinho que vai querer se aproveitar, dizendo ser negro. Mas é melhor que haja 10 ou 15 engraçadinhos e 100 negros beneficiados pelas cotas, diz José Vicente, presidente do Instituto Afro-Brasileiro de Ensino Superior, mantenedor da faculdade.

Para garantir a presença de negros nos dois cursos, a direção da faculdade estuda estabelecer uma nota de corte menor aos candidatos desse grupo ou dar nota inicial maior que lhes permita alguma vantagem sobre os demais candidatos. A decisão deve ser tomada nos próximos dias. A prova está marcada para 14 de novembro. Numa primeira fase, a faculdade terá apenas 120 vagas.

Além de oferecer reserva de vagas aos alunos negros, a faculdade tratará de igualdade, cultura e história negra, diversidade e relações raciais no Brasil como temas transversais em todas as disciplinas dos cursos.

Instalada num prédio de cinco andares no bairro da Ponte Pequena, Zona Norte, a faculdade é o resultado de um projeto de dois anos que teve apoio pedagógico e financeiro de instituições de ensino do Estado. Entre os colaboradores, estão a Universidade Paulista (Unip), a Universidade Metodista e as Faculdades Senac. As aulas começam em fevereiro. Mais informações pelo telefone (11) 3326-4149.

Fonte: Jornal da Tarde
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.