text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

PRF abre 2,2 mil vagas em todo o Brasil

      
Para saber o que é possível construir e o que pode influenciar um projeto, o arquiteto tem de levar em conta alguns aspectos técnicos. Por isso, apesar de ser considerado um curso de humanas, arquitetura e urbanismo tem uma grande carga de matérias que, muitas vezes, envolvem cálculos. Depois, quando estiver atuando, as contas não serão atribuições suas, e sim dos engenheiros.

Mesmo que não tenha de calcular exatamente a dimensão de um pilar, por exemplo, é importante que o arquiteto possa pelo menos estimar que tamanho ele terá, para que possa levar isso em conta na hora de compor o projeto inteiro. Na arquitetura, a técnica é mais conceitual. ? importante que o profissional conheça as diversas possibilidades. O vão livre do Masp, projetado pela Lina Bo Bardi, só foi possível porque existia a tecnologia do concreto armado, disse Carlos Egídio Alonso, diretor da Faculdade de Arquitetura do Mackenzie.

Além de conhecimentos de materiais, o estudante terá noções de hidráulica, de elétrica, de acústica e de iluminação. O processo de criação do arquiteto é ligado à arte, mas tem um lado técnico. Se não levar em conta as estruturas, a climatização e a hidráulica, como é que vai construir uma casa? Se não entender de drenagem, como vai fazer paisagismo?, disse Silvio Soares Macedo, presidente da comissão de graduação da USP.

Fonte: Folha de S.Paulo
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.