text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Alunos fazem do projeto ao estudo de mercado

      
O primeiro passo dos consultores, depois que o cliente procura a empresa, é fazer uma visita à propriedade. Fazemos um diagnóstico da área, explica Pelissari, da Esalq. Vemos se o local tem água disponível, qual o tipo de solo, clima, inclinação do terreno, o que os produtores vizinhos plantam, qual é o perfil da agricultura da região, enfim, tudo o que precisamos saber para desenvolver um projeto viável para o cliente.

Depois do diagnóstico é feito um estudo de mercado: custo de produção, receita, onde estão os possíveis compradores, se é possível fechar contratos com grandes empresas e a oferta de insumos agrícolas na região. Tudo para decidir qual a cultura ou criação mais adequadas para o local e para o potencial de investimento do cliente. Decidida a atividade, procuramos um aluno-consultor mais especializado na área e que será orientado por um professor, diz Pelissari, acrescentando, também, que o aluno-consultor fica responsável pela elaboração do projeto.

Sem lucro - O valor cobrado pelas consultorias juniores é mais barato porque elas não visam lucro. A receita serve para cobrir despesas com deslocamento, custos e impostos da empresa. Na Esalq, a hora de consultoria custa R$ 5,00, mais R$ 0,35 por quilômetro rodado e o pedágio, quando for o caso. Nossa intenção não é competir com grandes consultores. Sabemos que somos uma boa alternativa para os pequenos produtores, que não têm condições de pagar por uma consultoria de mercado, diz Pelissari.

Não temos problemas com consultores no sentido de concorrência, garante o presidente da Cenagri Jr., da Universidade Estadual Paulista, câmpus de Botucatu (SP), Fábio Yoshio Kagi. Mesmo porque geralmente atendemos a pequenos produtores, que não têm condições de pagar por um consultor renomado. Tem mercado para todo mundo, diz.

Além disso, dependendo do tipo de consulta, eles até negociam preço.

Acabamos de pegar um cliente que precisa desenvolver um projeto de irrigação para sua plantação de citros atingida pela morte súbita. Fizemos um preço fechado: R$ 800,00 por 200 horas de consultoria, destaca o diretor da Esalq Jr., Felipe Marques Bazzo. Por causa da doença, o produtor terá de mudar de porta-enxerto, e vai precisar de irrigação. Vamos calcular a medida das tubulações, quantidade de água, tempo de irrigação e vazão do rio, para dimensionar e instalar o sistema.

A AgroJr., da UFRRJ, funciona também em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrã). O Sebrã é um intermediário entre o produtor e nossa empresa. Ele encaminha o agricultor para a universidade e ainda paga metade da taxa que cobramos, diz Mirella. Como a hora da consultoria custa R$ 40,00, o produtor paga R$ 20,00 e o Sebrã, R$ 20,00.

Fonte: O Estado de S.Paulo
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.