text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Professores sem salário e assistência médica

      
O governo estadual endureceu o tratamento com os professores da Universidade Estadual da Bahia (Uneb), que completam hoje 22 dias em greve. Decidiu descontar o salário do mês a partir do dia 8.

A medida aumentou a insatisfação da categoria, segundo diretores da associação dos docentes (Aduneb). Por intermédio da Assessoria Jurídica, a entidade ingressou com um mandado de segurança no Tribunal de Justiça da Bahia (TJB) contra a decisão.

Para falar sobre a situação da greve e pedir rapidez no julgamento do mandado, os diretores estiverem hoje (29) pela manhã com a desembargadora Ruth Pondé Luz, relatora do processo no Tribunal Pleno do TJB.

Depois de amanhã, às 14 horas, os professores realizam assembléia para discutir o assunto e decidir sobre os rumos do movimento.

Fonte: A Tarde
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.