text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Sindicato lança crédito educativo sem cobrar juros

      
No próximo ano, entra em funcionamento o Cebrade, que poderá financiar, para os estudantes da rede privada de São Paulo, até 70% das mensalidades. A expectativa é que sejam oferecidas no primeiro semestre 800 bolsas.

O Centro Brasileiro de Desenvolvimento do Ensino Superior, lançado no início do ano pelo Semesp (Sindicato das Entidades Mantenedoras de Ensino Superior no Estado de São Paulo), já está em fase de teste. A entidade, que já possui 54 instituições associadas, administrará o fundo de bolsas dessas universidades. O estudante pagará, após o término do curso, o valor equivalente da mensalidade financiada, sem a cobrança de juros.

O Fies (Financiamento Estudantil, do governo federal) também financia até 70% das mensalidades, que deverão ser pagas após o término do curso. Neste ano, foram oferecidas 70 mil bolsas, com juros de 9% ao ano (informações no site www.mec.gov.br/sesu/fies).

Fonte: Folha de S.Paulo
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.