text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Alçada afasta conselheiros da Funcec

      
O Tribunal de Alçada de Minas determinou o afastamento dos 12 conselheiros da Fundação Comunitária, Educacional e Cultural de João Monlevade (Funcec). O pedido foi feito pelo Ministério Público (MP), que denunciou os dirigentes da Funcec de terem emprestado o nome da instituição para abertura do curso de Medicina da Universidade do Vale do Aço (Univaço), em Ipatinga, no Vale do Aço.
O curso de Medicina foi aprovado em 1999 pelo Conselho Estadual de Educação em nome da Funcec. Os promotores de João Monlevade e Ipatinga descobriram que o curso foi instalado em Ipatinga. A transação teria custado R$ 65 mil, conforme consta na denúncia feita pelo MP.

A direção da Funcec informou que ontem mesmo impetrou recurso no Tribunal de Alçada para anular a decisão. Uma das alegações é que na fase inicial do processo os conselheiros não foram ouvidos, ferindo o direito de ampla defesa. Ainda de acordo com a assessoria, não houve prejuízo às instituições e os conselheiros não agiram de má-fé. Além disso, conforme a Funcec, o Conselho Estadual de Educação tinha conhecimento de que o curso de Medicina funcionaria em Ipatinga. A direção da Univaço não foi encontrada para falar sobre o assunto.

Fonte: Hoje em Dia
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.