text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

UFES tem déficit de professor

      
A Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) tem um déficit de 323 professores efetivos. Apesar de constar no seu quadro de docentes 1.252 vagas, só 929 estão preenchidas. Outras 240 são ocupadas por professores substitutos.

A contratação de novos professores é uma preocupação do Ministério da Educação, que deve encaminhar em breve à Comissão Interministerial pedido de contratação imediata de sete mil professores para as universidades públicas federais.

Segundo o pró-reitor de Administração da Ufes, Herbert Barbosa Loureiro, a carência de professores se reflete nos serviços prestados à comunidade acadêmica. Os substitutos só têm graduação. Com a abertura de concurso, teríamos doutores nos primeiros lugares. Isso permitiria abertura de mestrados , doutorados e grupos de pesquisa, declarou.

O profissional que tem doutorado ou mestrado não quer ficar como substituto devido ao tempo do contrato, que é de no máximo dois anos, e porque ganhará menos que o efetivos. Além disso, ele só poderá atuar na sala de aula e não em projetos de pesquisa e mestrado, avaliou Loureiro.

Ele apontou que a prática de contratar substitutos foi uma alternativa para driblar a crise. O substituto seria para ficar no lugar de um professor doente ou gestante, mas devido à crise e ao contigenciamento orçamentário o Governo passou a usar esse profissional por até dois anos, que é o tempo máximo permitido, acrescentou.

Fonte: A Gazeta
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.