text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Maior a oferta, menor o preço

      
Esquentou a guerra da educação superior entre universidades particulares e centros universitários, que disputam um mercado superior a R$ 10 bilhões por ano. Os centros interceptaram uma carta do empresário João Carlos Di Gênio, dono da Unip, para o Ministério da Educação, em que se propõe a proibição de novos centros e o congelamento de vagas em cursos como medicina, direito e psicologia. Ronald Levinsohn (foto em destaque), dono da UniverCidade, um dos principais centros, diz que o excesso de oferta, se houver, deve ser corrigido pelo mercado e não pelo "lobby monopolista". Levinsohn alega que os centros cobram mensalidades de R$ 300, enquanto o custo nas universidades é da ordem de R$ 800. Di Gênio argumenta que a competição dos centros, desobrigados da atividade de pesquisa, é desleal.

Fonte: Dinheiro
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.