text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Chegou a hora do PAS na UnB

      
Tranqüilidade. Essa é a palavra de ordem para os 8.524 candidatos à 3ªetapa do Programa de Avaliação Seriada (PAS) da Universidade de Brasília (UnB), que será realizada no próximo fim de semana. Tanto professores quanto estudantes que já passaram (e venceram!) essa etapa da vida aconselham muita calma durante a realização das avaliações. Segundo eles, o nervosismo gera ansiedade e esquecimento.

Para João Victor Sherrer Bumbieris, de 19 anos, as provas eram sinônimo de muito estresse. Infelizmente, porque é importante controlar os fatores psicológicos. O ideal é relaxar antes de começar a maratona, diz. ? verdade também que a tensão do jovem não o atrapalhou. Quando foi aprovado para o curso de Relações Internacionais pelo PAS, há um ano, ficou em primeiro lugar.

O campeão fez por onde. João Victor conta que sempre levou os estudos a sério. Dedicado, tirava boas notas e se saiu bem em todas as etapas do PAS. Não queria desperdiçar a oportunidade de entrar na UnB pelo programa seriado, que, para ele, era uma chance de se preparar melhor para o exame, sem tanta pressão e estresse como seria no vestibular.

Vale lembrar que, na última fase, os examinadores podem cobrar conteúdos de todas as séries do ensino médio. No guia do candidato, há uma lista dos conteúdos em que os alunos devem estar afiados. As provas serão aplicadas em dois dias. Nas outras etapas, os testes eram feitos em um só dia.

No sábado, os aspirantes às vagas da UnB farão as avaliações de Linguagens e Códigos (que englobam Artes, Língua Estrangeira, Língua Portuguesa e Literatura) e as questões discursivas. Elas simbolizam as redações e podem abordar temas de qualquer disciplina ? exceto Artes e Língua Estrangeira. Já no segundo dia, serão aplicadas as provas de Ciências Sociais (Geografia e História) e Ciências da Natureza (Biologia, Física e Química) e Matemática.

Calma!
Larissa Benevides, de 17 anos, está ansiosa, mas otimista. Ela quer uma vaga no curso de Direito e se submete a uma rotina pesada para tentar garantir o seu lugar na universidade. Depois das aulas, a jovem se debruça sobre os livros e só pára na hora de ir para o cursinho, que faz à noite. Larissa diz que fica muito nervosa e se sente tentada a manter o ritmo até a véspera. Mas a maratona está cansativa. Vou tentar relaxar agora. Não dá mais tempo de aprender nada, admite.

A colega Luana Vanessa Alves, de 17 anos, encara a avaliação de uma maneira bem diferente. Não passa horas estudando. Prefere prestar atenção às aulas e ter muita calma durante as provas. Para ter sucesso na prova, ela acredita que a tranqüilidade é tão vital quanto o conhecimento dos conteúdos.

Já Gustavo Aranha, também de 17 anos, busca o equilíbrio entre o estudo e as atividades de lazer. Entre os exercícios, a escola e o cursinho, continua fazendo hipismo, sua paixão. Nos próximos dias, sua meta é revisar alguns conteúdoss e descansar.

Na opinião do estudante Quintino Castro, de 17 anos, o modelo de provas, que mescla os conteúdos das matérias, dificulta a resolução dos problemas. Quando as avaliações eram separadas, ficava mais fácil compreender as questões, comenta. Quintino, de 17 anos, confessa que não dá para manter o ritmo do início do semestre. Para diminuir o cansaço, ele dá atenção às aulas, resolve os exercícios das áreas exatas antes do professor e, no tempo livre, lê as matérias de humanas.

Para ajudar e clarear as idéias dos que vão passar pela bateria de provas no fim de semana, os primeiros colocados das três áreas (Saúde, Humanidades e Ciências) dão dicas para fazer uma boa avaliação. Confira!

Detalhes que os candidatos não podem esquecer
- Respeite os seus limites. Se você se sentir confortável, faça uma revisão rápida nos principais conteúdos. Mas não se pressione. Lembre-se que não há como recuperar toda a matéria que não aprendeu durante o ano na véspera da prova

- ? importante estar descansado no dia do exame. Por isso, procure dormir bastante, se alimentar bem e relaxar

- Saia de casa com antecedência. Os portões serão abertos às 13h e fechados às 14h. Quem chegar atrasado não entra!

- ? essencial levar a carteira de identidade, porque ninguém pode realizar as provas sem o documento, e caneta esferográfica preta

- Deixe em casa bips, celulares, calculadoras, walkman, relógio com calculadora. Os candidatos não podem utilizar nenhum deles

- Administre bem o tempo de realização das provas. Você terá quatro horas por dia para resolver as questões e passar as respostas para o cartão. No primeiro dia, além das avaliações de Linguagens e Códigos, os candidatos têm quatro questões discursivas para fazer. Elas só terão validade se estiverem nas folhas de textos definitivos

- Tenha muita cautela para preencher as folhas de respostas das provas objetivas. Elas não podem ser rasuradas e não serão substituídas

- Não chute. ? melhor não arriscar, se você não tiver certeza da resposta. Cada item marcado incorretamente anula um correto

- Outra dica é responder, primeiramente, as questões das disciplinas em que você tem mais facilidade. Não desperdice tempo com os itens duvidosos. Assinale-os e, quando terminar a prova, volte a pensar neles

- Leia todas as avaliações com atenção. Tente interpretar os comandos e os textos de apoio. Esse procedimento facilita a resolução das questões

- Quem não receber pelos Correios o

Boletim Informativo, onde constam os locais de realização de provas, deve procurar a Gerência de Atendimento do Cespe pelo telefone 448-0100

- Caso você perca a carteira de identidade (CI) na véspera, confira a lista de outros documentos aceitos pelos examinadores: carteira de motorista com foto, cédulas de identidade expedidas pelas Forças Armadas, pelo Ministério das Relações Exteriores e pelas Polícias Militares, passaporte, carteira de trabalho e previdência social, carteiras expedidas por órgãos e conselhos que, por força de lei, valham como identidade. Em último caso, leve a ocorrência policial na qual foi registrado o desaparecimento ou roubo da CI

Dicas dos campeões do PAS em 2002 para a reta final
Definir uma estratégia é muito pessoal. Mas ter calma durante a prova é essencial. Além disso, é importante administrar o tempo que vai ser gasto em cada prova. ? melhor fazer primeiro as questões que são pontos em potencial, que você tem mais certeza da resposta correta
João Victor Sherrer Bumbieris, estudante de Relações Internacionais, 1º colocado geral e da área de Humanidades

Não adianta se prender aos detalhes das matérias nesses últimos dias antes das provas. O ideal agora é fazer uma revisão geral. Na véspera, aconselho descanso e nada de estudo. ? melhor relaxar e fazer as provas com tranqüilidade. Na hora de resolver as questões, acho que o candidato deve começar pelos assuntos que tem mais domínio para garantir pontos logo

Patrícia Sales Marques da Cruz, aluna do curso de Medicina, 1º lugar na área de Saúde

Se o candidato tiver como tirar as dúvidas, acho legal resolver provas passadas agora. ? bom para dar uma revisada em alguns conceitos. Mas não adianta tentar aprender o que não sabe. No dia do PAS, controlar o tempo de realização das questões é fundamental. O meu conselho é começar pelas matérias menos trabalhosas. E nada de nervosismo. Tem que estar tranqüilo para se dar bem

Pedro Henrique Braz Vallocci está no 2º semestre de Engenharia Elétrica e foi o 1º colocado da área de Ciências

Fonte: Correio Braziliense
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.