text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Aluno barrado promete ir à Justiça

      
A revolta por perder o ano de estudos e a chance de ingressar em uma universidade federal tomou conta de Fabrícia Correia Oliveira, 23 anos, e de Victor Augusto da Silva, 20 anos, candidatos aos cursos de Arquitetura e Economia, respectivamente.

Ambos iriam prestar vestibular na Contec de Vila Velha, mas foram barrados por terem apresentado a carteira nacional de habilitação.

Não estávamos atrasados, mas o fiscal disse que poderíamos entrar somente com a carteira de identidade. Acontece que a Ufes nos orienta a levarmos, no dia da prova, o mesmo documento com o qual fizemos a inscrição no banco e foi isso que fizemos, disse Fabrícia.

A assessoria de imprensa da Ufes informou que vai aguardar a formalização da ocorrência para se pronunciar.

Já o aluno Breno Vescovi, 18 anos, não teve acesso à sala de aula, na escola Contec, Vila Velha, portando boletim de ocorrência noticiando a perda de seu documento de identidade.

Segundo a CCV, o candidato deveria ter apresentado o boletim de ocorrência com antecedência para que um cartão especial fosse confeccionado.

Fonte: A Gazeta
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.