text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

História em foco

      
Os estudantes ganharam mais um aliado na preparação para o vestibular: uma revista que pretende facilitar o aprendizado da história do nosso país. Nossa História é uma publicação mensal da editora Vera Cruz, empresa do grupo Alfa, em parceria com a Biblioteca Nacional, cuja sede é localizada no Rio de Janeiro. O primeiro número já está nas bancas e traz temas de diferentes momentos históricos, como a sexualidade e a religião nos tempos da colônia, a importância do mãstro Carlos Gomes, a aprovação do AI-5. Essa diversidade temática e temporal será marca contínua da revista.

O objetivo dos idealizadores do projeto é difundir a história entre o grande público, de forma acessível. Para o historiador e professor da Universidade Federal Fluminense (UFF), Luciano Figueiredo, o brasileiro, de modo geral, não tem uma boa lembrança das aulas de história nas escolas e carrega, durante a vida, uma impressão ruim e repetitiva do assunto. ? essa imagem nada agradável que a publicação, editada pelo próprio Luciano, pretende acabar. Pelo site da biblioteca (www.bn.br), os interessados podem enviar sugestões, pedidos e colaborações.

Para atingir a meta, Nossa História une a palavra de especialistas em cada ramo histórico à uma linguagem simples, acessível a estudantes, professores, interessados e estudiosos acadêmicos. ? um desafio. Vamos congregar a seriedade e rigor dos historiadores ao texto jornalístico, mais simples. Todos os textos da revista são revisados por jornalistas, diz Luciano. As matérias e os artigos serão espaço para que as pessoas conheçam a produção das universidades e instituições de pesquisa.

Fartamente ilustrada, a publicação agrada também aos olhos. Belas imagens acompanham os textos e as matérias. As ilustrações aproveitam o grande acervo gráfico da Biblioteca Nacional e do Centro de Pesquisa e Documentação da História Contemporânea do Brasil (CPOC) da Fundação Getúlio Vargas.

Patrimônio nacional
Durante o lançamento da revista, na semana passada, no Rio, o presidente da Fundação Biblioteca Nacional, Pedro Corrêa do Lago, afirmou que havia uma lacuna na difusão do conhecimento histórico. Os planos não param. Para o futuro, Pedro sonha montar uma publicação que fale da literatura brasileira. ? uma forma de explorar o imenso arquivo da biblioteca e valorizar a cultura do país.

O ministro da Cultura, Gilberto Gil, que também participou da cerimônia de lançamento, faz questão de destacar a importância de iniciativas como essa. A biblioteca também tem que buscar o diálogo com a sociedade. Mostrar o que pode oferecer ao público, disse. Na avaliação do ministro, a proposta será bem aceita e servirá de estímulo à leitura, um exercício necessário aos brasileiros.

A primeira tiragem, de 50 mil exemplares, mal chegou às bancas de todo o país e já teve que ser reimpressa. Em alguns pontos do Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná a revista estava esgotada. Cerca de 17 mil novos exemplares serão encaminhados aos pontos de vendas, com o preço de R$ 6,80. Segundo o diretor da Editora Vera Cruz, Adalmir Sampaio Gomes, não são esperados grandes ganhos financeiros com o projeto. A parceria tem um cunho muito mais social que econômico, afirma. Todos os exemplares não vendidos mensalmente serão doados à Biblioteca Nacional, que irá repassar a outras bibliotecas públicas do país.

Fonte: Correio Braziliense
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.