text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Inscrições abertas para as turmas de 2004

      
As instituições que oferecem cursos de MBA já estão com inscrições abertas para as turmas que terão início no primeiro semestre de 2004. As aulas estão programadas para começar em março. Algumas escolas aumentaram a oferta de cursos para o ano que vem e investiram em áreas como tecnologia da informação, telecomunicações e pedagogia.

Em parceria com o Instituto Militar de Engenharia (IME), a Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) investe no MBA Executivo em Marketing e Tecnologia da Informação, cujo corpo docente é formado por doutores das duas instituições. No Núcleo de Computação Eletrônica (NCE), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), o curso de gestão estratégica em TI, coordenado pelo professor Eber Schmitz, faz sucesso há quatro anos:

- A tecnologia da informação, ou simplesmente TI, é um conjunto de recursos de informática e comunicação que apóiam todas operações de uma empresa. Uma firma hoje não sobrevive sem TI. Um banco, por exemplo, que lida diretamente com informação, investe de 5% a 7% de seu faturamento nessa tecnologia. Isso é muita coisa.

Educação nas empresas também é tema de MBA

Nas universidades Veiga de Almeida e Candido Mendes foram criados cursos na área de educação. Na Veiga de Almeida, a novidade é o MBA em Pedagogia Empresarial, para quem trabalha com educação continuada em empresas.

- O pedagogo tem a vivência escolar, mas nem sempre entende como funciona o processo ensino-aprendizagem numa grande organização - conta Gláucia de Bernardes Guarany, coordenadora geral de pós-graduação da Veiga de Almeida, lembrando que o curso também é indicado para engenheiros, administradores e profissionais da área de RH.

Além de criar novos cursos, as instituições continuam investindo em áreas tradicionais do mercado de trabalho como gestão de RH, meio ambiente, petróleo e turismo.

O preço da maioria dos cursos foi reajustado para a nova temporada. O investimento varia de R$ 3.500 a R$ 25 mil, mas o pagamento pode ser parcelado. Algumas instituições oferecem descontos para quem quiser pagar à vista. Os MBAs duram, em média, um ano, e as turmas costumam ter cerca de 40 alunos.

- Em geral, o curso é custeado pelas empresas. Muitas investem em seus funcionários para que eles passem do nível gerencial para o executivo. Mas há profissionais que pagam do próprio bolso. São os que querem mudar de emprego ou de área - diz Schmitz.

Instituições têm cursos para recém-formados
Alguns especialistas entendem que um aluno de MBA precisa ter experiência para trocar em sala de aula. Ou seja, já precisa estar no mercado de trabalho há algum tempo. Mas quem acabou de sair da faculdade também pode fazer MBAs para se especializar. Na FGV Management, por exemplo, o curso Executivo Jr. foi criado justamente para atender a este público.

Na ESPM, o Primeira Gerência também é voltado para recém-formados e jovens executivos. A escola oferece ao aluno a oportunidade de complementar a formação no exterior, em países como Estados Unidos e Espanha.

Fonte: O Globo
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.