text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Uerj aumenta teto de renda para as vagas reservadas

      
O Conselho Superior de Ensino e Pesquisa da Uerj decidiu ontem aumentar o limite de renda dos estudantes que concorrem às vagas reservadas na Uerj e na Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf). No vestibular deste ano, os candidatos às cotas deverão comprovar que a renda mensal bruta por pessoa da família é de até R$ 520. No concurso passado, o limite era de R$ 300, mas baseado na renda líquida.

Segundo o reitor Nival de Almeida, a Uerj chegou a este valor depois de consultar representantes da sociedade. A Uerj analisou propostas das comissões de Educação e Cultura e de Combate às Discriminações e Preconceitos de raça, Cor, Etnia, Religião e Procedência Regional da Alerj e da Comissão Especial para Averiguar o Cumprimento das Leis.

O candidato às cotas deverá entregar, com o formulário de inscrição, os documentos comprovando sua condição econômica. Na Uerj e na Uenf há vagas reservadas para alunos da rede pública (20%), negros (20%) e pessoas com deficiência e índios nascidos no Brasil (5%). Na inscrição para o vestibular, os candidatos às cotas deverão entregar apenas os documentos que comprovam a renda familiar. Os classificados para as vagas reservadas deverão comprovar, na matrícula, que são deficientes ou que estudaram a vida toda em escola pública.

Fonte: O Globo
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.