text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Reforma é pauta em congresso de Marketing

      

Por Renato Marques

A Reforma Universitária foi o tema central da primeira palestra do II Congresso Brasileiro de Marketing Educacional. A abertura oficial do evento, iniciado na manhã de hoje, ficou a cargo do Secretário Adjunto do MEC (Ministério da Educação), Jairo Jorge, que representou o ministro Tarso Genro, que não pôde comparecer.

Jorge abriu sua apresentação falando das transformações vividas pela sociedade no atual contexto. Segundo o secretário, a Educação, como um sistema, é tida pelo governo como elemento prioritário para a construção de um projeto de nação que insira o Brasil, de forma competitiva, no cenário internacional. Isso significaria, segundo ele, fazer com que o país cresça em importância na chamada "economia das idéias", produzindo e exportando tecnologia.

Para ilustrar o comentário, o secretário citou o exemplo da Coréia do Sul. Abalado por uma intensa guerra civil ocorrida no início da década de 50, o país asiático tomou como prioridade o investimento em Educação nos anos seguintes. · época, apenas 25% da população local era alfabetizada. Hoje, 98% dos jovens coreanos já concluíram o equivalente ao Ensino Médio, enquanto no Brasil esse número não ultrapassa os 32%. Como resultado, segundo Jorge, a Coréia apresenta uma economia em crescimento e um desenvolvimento tecnológico entre os mais importantes do mundo.

"O progresso de uma nação anda lado a lado com o avanço da Educação. Por isso, no MEC, temos procurado encarar os desafios de uma maneira sistêmica", afirmou. Para avançar todo o sistema de maneira uniforme, o ministério sabe que encontrará desafios diversos. Mais do que isso, segundo o secretário, é preciso integrar o Ensino Superior ao contexto de maneira que sua atuação alcance todos os níveis da Educação, além de cumprir suas próprias metas.

Para Jorge, uma Reforma Universitária, neste cenário, não poderia apenas representar uma revisão dos conceitos implantados durante a década de 70, mas cumprir metas que atendam às demandas da atual sociedade brasileira. "Esse é um debate que precisa ganhar toda a sociedade e se tornar uma ferramenta de mobilização", disse.

Uma das preocupações do ministério quanto à Reforma, no entanto, é coordenar este avanço para evitar "bolhas" de crescimento no sistema. Apesar de ter que cumprir uma meta de 30% de jovens entre 18 e 24 anos no Ensino Superior, o que significaria praticamente triplicar o número atual, o MEC pretende conduzir a evolução de uma maneira que garanta a qualidade. "Temos clareza quanto ao desafio que o PNE (Plano Nacional de Educação) nos impôs. Esta ampliação é necessária e deve ser feita, mas de maneira ordenada", alertou.

Momento ideal - Mesmo reconhecendo os desafios impostos pelo sistema, o secretário afirmou que este é o melhor momento para conduzir a reforma do sistema. "Não podemos esquecer que a universidade está no centro de um projeto de desenvolvimento que tem papel estratégico na inserção do país no cenário internacional", disse. "Hoje, temos condições políticas, acadêmicas e estruturais para fazê-lo."

Apesar disto, o secretário fez questão de deixar claro que as atenções não podem ficar voltadas apenas para a Reforma Universitária. Segundo ele, mesmo sendo esta uma das necessidades mais claras do sistema, existem outros trabalhos a serem conduzidos neste momento. "O debate da Reforma não pode nos paralisar. Enquanto discute estas mudanças, o governo tem tentado implantar novas políticas, como o Universidade para Todos", explicou. "Mas é preciso deixar claro que estas são ações provisórias, uma vez que a lei orgânica irá redefinir o sistema."

Evento - O II Congresso de Marketing Educacional está sendo realizado no Centro de Convenções Pompéia, na capital paulista. O evento se estende até o próximo sábado e é realizado em conjunto com o I Congresso Brasileiro de Gestão do Conhecimento para Instituições de Ensino Superior e o I Congresso de Tecnologia para a Educação. O Universia Brasil estará acompanhando os principais debates dos eventos durante os próximos dias. Não perca.

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.