text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Fim de greve para servidores da Ufba

      
Setenta e seis dias de braços cruzados foi o bastante para que o governo federal cedesse às reivindicações dos funcionários técnico-administrativos das universidades federais e Cefets de todo o Brasil. Anteontem, os ministérios do Planejamento e da Educação assinaram um termo de compromisso onde se comprometem a enviar, até o próximo dia 16, um projeto de lei ao Congresso referente ao plano de carreira dos funcionários técnico-administrativos.

De acordo com o comando de greve local, a Universidade Federal da Bahia (Ufba) e o Cefet deverão retornar às aulas no próximo dia 8 de setembro. "A decisão foi sinalizada nacionalmente ontem (anteontem) e deverá ser referendada na reunião que está marcada para amanhã (hoje) na Reitoria da Ufba", explicou o coordenador-geral da Assufba/Sindicato, Jorge Góes Almeida.

VESTIBULAR ? Por conta deste acordo, um público de 6 mil servidores, (sendo mais de 2,5 mil aposentados) terão suas perdas minorizadas. Já os professores e os alunos da Ufba continuam em greve, pois ainda não conseguiram avançar em seus pleitos. Ainda assim, com o calendário embaralhado, a Ufba conseguiu fixar as datas de inscrições do vestibular, que acontecerão entre os dias 27 de setembro e 15 de outubro.

Os professores terão assembléia hoje à tarde na Faculdade de Arquitetura. "A categoria dos professores continuará em greve porque queremos reverter a Medida Provisória 208 que traz reajustes discriminatórios, onde os aposentados ganham apenas 65% da gratificação de estímulo à docência", critica o presidente da Associação dos Professores Universitários (Apub), Antônio Câmara.

Fonte: A Tarde
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.