text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Os prós e os contras

      
Cursos superiores seqüenciais ? São divididos em dois tipos: formação específica e complementação de estudos. Definidos como "campos do saber", não são considerados graduações, não têm tanto peso curricular e nem trazem benefícios como a possibilidade de o aluno cursar um mestrado ou doutorado posteriormente. Contudo, os seqüenciais de formação específica garantem diploma e permitem fazer uma especialização. Se, mais tarde, o estudante optar por fazer uma graduação tradicional, pode aproveitar as disciplinas cursadas no seqüencial. Já os de complementação de estudos, que podem ser de destinação individual ou coletiva, emitem apenas certificados e não precisam ser reconhecidos pelo MEC. De maneira geral, os seqüenciais são indicados para quem deseja melhorar sua qualificação profissional.

Superiores Tecnológicos ? São regulamentados pelo MEC e indicados para quem deseja obter conhecimentos práticos, facilitando a entrada no mercado de trabalho. Seguem todas as regras da graduação comum, porém formam profissionais com conhecimentos tecnológicos bem específicos. Todavia, esses cursos não têm a amplitude disciplinar de uma faculdade tradicional, cuja formação é mais generalista. Tanto nos cursos seqüenciais quanto nos tecnológicos, o ingresso é via processo seletivo.

Fonte: Gazeta do Povo
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.