text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Engenharia Elétrica

      

Três especialistas em Engenharia Elétrica de instituições de ensino superior brasileiras consultados pelo Universia Brasil indicam universidades e cursos de especialização nos Estados Unidos, Europa e Austrália para jovens que pretendem estudar no exterior buscando um aperfeiçoamento profissional na área.

Sempre lembrando que é essencial que o brasileiro interessado em formar-se ou especializar-se no exterior deve sempre se informar se os diplomas emitidos pelas IES localizadas fora do país são aceitos e podem ser revalidados no Brasil.

Veja a seguir as instituições indicadas por João Antônio Martino, coordenador do curso de Engenharia Elétrica da UniFEI (Centro Universitário da FEI); Bernardo Severo da Silva Filho, coordenador do curso de pós-graduação em Engenharia Mecatrônica da UERJ (Universidade Estadual do Rio de Janeiro); e Marco Aurélio Gonçalvez de Oliveira, professor da Faculdade de Engenharia Elétrica da UnB (Universidade de Brasília).

João Antônio Martino
Há uma na Bélgica chamada Universidade Católica de Leuven, que é uma cidade perto de Bruxelas. Essa instituição foi criada em 1492 é a universidade católica mais antiga do mundo. Conheço pessoalmente, tive a oportunidade de estar lá na pós-graduação, e, de fato, o trabalho que eles fazem lá é muito bom na parte de Engenharia Elétrica. Nos Estados Unidos, temos a Universidade de Stanford e a Universidade de Berkeley, ambas na Califórnia. São duas universidades que na área de microeletrônica, Engenharia Eletrônica de uma forma geral, são destacadas no mundo. Tem também a Cornell University, que fica ao norte de Nova York, na costa leste dos EUA.


Bernardo Severo da Silva Filho:
Praticamente em todos os países há cursos de pós-graduação e graduação em Engenharia Elétrica. As universidades que são famosas, dependendo do enfoque, são o Rensselãr Institute nos Estados Unidos, cujo enfoque é a parte de Engenharia de Potência, eles são fortes na formação de engenheiros eletricistas voltados para a produção de energia; você tem também uma outra que é muito conhecida, é a Universidade do Texas, essa é voltada para a parte de eletrônica. Obviamente você tem o MIT (Massachussets Institute of Technology), que é conhecido internacionalmente e também tem cursos de Engenharia Elétrica. Na Europa, temos, principalmente na área de controle e automação, que é a área que o pessoal da área elétrica trabalha também, a Universidade de Grenoble, na França, que é uma área de excelência em controle e automação. Em Stuttgart, na Alemanha, tem a Universidade de Stutgart, eles são fortes, particularmente, na formação de engenheiros interagindo com a indústria. Não podemos esquecer de uma universidade que é famosíssima, que é o CalTech, Califórnia Technology Institute, que é um centro de referência mundial na área de eletricidade. Tem a Universidade de Auckland, na Austrália. A Itália também tem um centro importante que é na cidade de Turin, Instituto Tecnológico de Turin.


Marco Aurélio Gonçalvez de Oliveira
Na França, eu diria a Universidade de Paris, que foi onde eu estudei. E existem mais duas na França, uma que conheci um pouco mais porque tive um contato mais estreito, que é a Universidade de Grenoble, e tem uma outra escola que é muito conhecida que é a Universidade de Toulouse.

  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.