text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Professores reclamam de atraso no salário

      
Cerca de 500 professores que lecionam no programa de educação de jovens e adultos de João Pessoa e de outros municípios da Paraíba estão sem receber os salários há dois meses. A denúncia foi feita por docentes, que estão revoltados e reclamam do atraso nos salários. Os professores fazem parte do Programa Brasil Alfabetizado, do Governo Federal. O dinheiro do programa destinado ao pagamento dos docentes é repassado pelo Ministério da Educação e Cultura (Mec) para as Secretarias de Educação dos Estados. Os recursos para pagar os salários dos professores já foram encaminhados pelo Mec à Secretaria de Educação da Paraíba. A Secretaria garantiu que o pagamento será feito no início da próxima semana. "Estamos com os salários atrasados há dois meses. Não recebemos o pagamento referente aos meses de julho e agosto desse ano. Estamos prejudicados e desesperados. Não sabemos mais a quem recorrer, pois temos os nossos compromissos e precisamos pagar nossas contas. Recebemos um piso de R$ 120,00 e mais R$ 7,00 por cada aluno. Esse valor já foi reduzido, pois no ano passado, recebíamos R$ 15,00 por aluno", denunciou a professora Rose Vasconcelos.

De acordo com os professores, essa não é a primeira vez que há o atraso nos salários. "No ano passado, muitas professoras desistiram de trabalhar nesse programa porque ficaram sem receber. Os salários de outubro, novembro e dezembro de 2003 atrasaram e só recebemos o pagamento referente a esses três meses em janeiro e fevereiro desse ano. Agora, estamos novamente com o salário atrasado. Existe uma promessa que vamos receber nesta sexta-feira, mas essas promessas já vêm sendo feitas há muito tempo. A gente vai ao banco, enfrenta fila e quando chega lá, tem a mesma decepção: não tem dinheiro!", reclamou Rose Vasconcelos.

O que diz a Secretaria
A assessora da Coordenadoria de Educação de Jovens e Adultos (Coeja) da Secretaria Estadual de Saúde, Vanda Holanda Leite, informou, ontem, que 500 professores em todo o Estado estão sem receber os salários de julho e agosto porque faltou dotação na conta específica de pagamento do Programa Brasil Alfabetizado. "Estávamos aguardando a suplementação da verba para poder fazer a liberação do dinheiro para pagar aos professores, mas o governador já assinou e já foi publicada no Diário Oficial de ontem (7 de setembro)", afirmou. De acordo com Vanda Leite, a demora a partir de agora será somente com a confecção do cheque e a compensação no banco. O pagamento é feito em agências do Banco do Brasil. "A previsão é que os professores recebam o pagamento de julho e agosto, no início da próxima semana", informou. Ela disse que o valor publicado no Diário Oficial do Estado para "reforço de dotação orçamentária" do programa de alfabetização de jovens e adultos é de cerca de R$ 629 mil. Ela explicou, ainda, que o atraso no salário de outubro, novembro e dezembro de 2003 aconteceu porque o Mec demorou a repassar o dinheiro. Ela esclareceu que os professores estão recebendo menos do que em 2003, ou seja, R$ 120,00 e mais R$ 7,00 por aluno porque a redução foi feita pelo próprio Ministério da Educação quando houve a mudança do ministro.

Fonte: Correio da Paraíba
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.