text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Cada vez mais difícil

      
Um funil cada vez mais apertado. Faltam vagas e sobram candidatos. Entrar na Universidade de Brasília exige talento, inteligência e muitas horas de estudo. Quem quiser garantir uma das 2 mil vagas oferecidas no 1º Vestibular de 2005 da UnB entrará na disputa com o candidatos inscritos pelo Programa de Avaliação Seriada (PAS), que têm garantidas 50% das vagas a cada primeiro semestre do ano, além dos inscritos pelo sistema de cotas para negros, que abocanham mais 20% da oferta.

A matemática comprova a dificuldade. No saldo final, restam cerca de 800 vagas destinadas aos candidatos que não se encaixarem em nenhuma forma especial de concorrência, seja do PAS ou das cotas. Ivan Camargo, decano de Graduação da UnB, reconhece a dificuldade que os vestibulando terão pela frente, mas adianta que não há como a universidade aumentar o número de vagas destinadas ao sistema universal, pelo menos dessa vez. O contrário aconteceu na Universidade Federal de São Paulo, que adotou o sistema de cotas para negros e índios depois de aumentar em 10% o número de vagas destinadas a tais alunos.

"Para isso, seria necessário ampliar nosso quadro de professores que hoje tem 1.300 contratados. Com mais 300 profissionais, já poderíamos discutir a ampliação da oferta, principalmente dos cursos noturnos", comenta o decano. Ivan, no entanto, acrescenta que nos últimos 10 anos a UnB praticamente duplicou o número de estudantes. Agora, a universidade negocia a contratação de mais professores, mas enquanto isso não acontece resta aos vestibulandos se esforçarem para se dar bem na briga pelas poucas vagas.

Aos candidatos, a dica é ficar atento ao calendário. As inscrições para o 1º Vestibular de 2005 estão abertas a partir de hoje e poderão ser feitas até o dia 18 de setembro. A novidade dessa vez é que o Guia do Vestibulando não será mais vendido. As informações sobre a universidade, o perfil dos cursos, o números do último vestibular só poderão ser acessadas pela internet (www.cespe.unb.br). "A idéia foi dinamizar mais as informações do guia, que antes era um calhamaço. Agora o candidato pode baixar pela rede apenas aqueles dados que for de seu interesse", explica Marcus Vinícius Araújo, supervisor do Núcleo de Planejamento da Diretoria do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe).

Fonte: Correio Braziliense
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.