text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

Fazer testes sem orientação pode confundir aluno

      
Testes auto-aplicáveis encontrados na internet ou em revistas não costumam ajudar na escolha da carreira, segundo os orientadores profissionais.

"Esses testes podem até atrapalhar na escolha, porque a pessoa passa a crer naquilo. Se ela já esperava aquele resultado, não questiona mais nada. Se dá outra coisa, fica perseguida pelo resultado que é diferente do que esperava", disse Liomar Quinto de Andrade.

Para Delba Teixeira Barros, os testes, quando aplicados por psicólogos especializados, podem ser boas ferramentas, mas, quando feitos para serem auto-aplicáveis, são mais "brincadeiras". "Esses testes de revista costumam dar resultados vazios, que acabam ajudando só quem já tinha certeza. Eles não consideram as particularidades dos indivíduos". disse.

Já para Silvio Bock, os testes são negativos quando dão resultados fechados. Ele desenvolveu um jogo, disponível em www.estudantes.com.br, para ajudar o vestibulando a refletir sobre sua escolha, mas que não dá uma resposta pronta. "O jogo é mais para ajudar a pessoa a pensar coisas que talvez nunca tenha questionado", afirmou.

Fonte: Folha de S.Paulo
  • Fonte:

Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.